Segurança

PF investiga venda de dados sigilosos de clientes da Caixa

Dados de 127 clientes teriam sido violados

Divulgação

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta manhã (6) a Operação Data Venditionis, para investigar a venda de dados sigilosos de clientes da Caixa. Um funcionário é suspeito de comercializar informações sobre empréstimos consignados para uma financeira de Porto Alegre.

A PF estima que 127 clientes no Rio Grande do Sul e nos estados do Amazonas, de Santa Catarina e do Paraná tiveram os dados violados. A investigação começou em janeiro deste ano, com base em denúncia feita à Ouvidoria da Polícia Federal.

As diligências realizadas indicam que “contratos de empréstimo eram transferidos para a financeira a partir das informações fornecidas pelo servidor. Com a prática, há prejuízo à Caixa, com redução da carteira de crédito e a consequente perda de faturamento, e aos clientes que tiveram suas informações pessoais compartilhadas”.

Policiais federais cumprem três mandados de busca e apreensão, em Porto Alegre. Os crimes investigados são violação de sigilo funcional e corrupção ativa e passiva.

Com informações da Agência Brasil

Notícias Relacionadas

Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

Ministro da Saúde enaltece importância da imunização contra covid-19

Polícia Civil prende casal suspeito de matar jovem em Araranguá

Mateus Florentino, de 22 anos, foi encontrado morto no bueiro de um residencial no último sábado, em Araranguá

Primeira quinzena de junho é marcada por chuvas acima da média no Litoral e estiagem no Oeste, aponta Boletim Hidrometeorológico

Durante este período, os maiores acumulados de chuvas se concentraram no Baixo e Médio Vale do Itajaí, Grande Florianópolis e Litoral Sul

Estado recebe mais 153,8 mil doses de vacina contra a Covid-19

As vacinas recebidas nesta sexta serão utilizadas para dar continuidade à vacinação da população dos grupos prioritários e também para avançar na vacinação da população por faixa etária