Geral

PF vai investigar ataque de hackers ao sistema do STJ

Ataque ocorreu ontem à tarde e interrompeu a transmissão das sessões

Divulgação

A Polícia Federal (PF) vai investigar a autoria do ataque de hackers ao sistema de informática do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O inquérito será aberto após o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, encaminhar uma notícia-crime à PF. O presidente do STJ, ministro Humberto Martins, solicitou que o caso seja investigado.

O ataque ocorreu ontem (3) à tarde e interrompeu a transmissão das sessões por videoconferência de seis colegiados. Por medida de segurança, os julgamentos virtuais e os prazos processuais foram suspensos até segunda-feira (9). Os ministros e servidores foram alertados para não utilizarem computadores pessoais ligados ao sistema do tribunal.

Segundo o STJ, o setor de tecnologia da informação está trabalhando na recuperação do sistema para que o atendimento jurisdicional será restabelecido. Durante o período de suspensão das atividades, as questões importantes, como habeas corpus e liminares, estão sendo analisadas pela presidência do STJ.

Notícias Relacionadas

Dezembro Vermelho: mês dedicado à conscientização do tratamento da AIDS

Em Criciúma, testes rápidos estão à disposição no Pamdha e nas unidades de saúde

UTI mais perto: Braço do Norte recebe plano de trabalho para implantação dos leitos

Emprego: Santa Catarina registra o maior nível de ocupação do Brasil

O nível nacional foi de 49,3%, e o da região Sul, 56%.

Entre os quatro melhores do Brasil: Tubarão Futsal encara o Magnus nas semifinais da LNF

O aumento dos casos de Covid-19 em Tubarão fez a Liga Nacional de Futsal (LNF) transferir o jogo de ida das semifinais