Esporte

Pista de bolão sem bolão, em Criciúma

Construída para os Jogos Abertos de Santa Catarina de 2011, alvo de um investimento superior a R$ 250 mil, e inaugurada oficialmente em 4 de abril de 2012, a Pista de Bolão Antônio Alberto Bezerra está fora de operação no Parque das Nações, em Criciúma.

“Tivemos estagiários atendendo ao público ali até 2015, depois alguns treinos esporádicos e a competição dos Jogos Abertos da Terceira Idade, mas ela passou o ano passado praticamente fechada”, reconhece o diretor técnico da Fundação Municipal de Esportes – FME, Sandro Araújo.

Um legado para a cidade

Na época da construção, a pista foi colocada como um dos legados para o futuro do esporte em Criciúma, como justificativa para a realização do JASC no município. Um total de R$ 1,5 milhão foram aplicados em instalações esportivas na cidade, com contrapartida da Prefeitura de R$ 450 mil. 

A nova gestão da FME, que assumiu no começo do ano, tendo Arleu da Silveira na presidência, vai reavaliar a situação da pista. Embora aparente bom estado de conservação, ela vai precisar de melhorias quando for reaberta. Acontece que a estrutura passou por inspeção no ano passado, pois seria a sede das competições de bolão dos Jogos Abertos de Tubarão, que acabaram cancelados. “Emprestaríamos a pista para Tubarão, mas já seria necessária uma reforma”, confirma Araújo.

As duas portas de acesso seguem trancadas e, ao lado de uma delas, figura a placa de inauguração, que completará cinco anos em abril. Nela, lado a lado, os nomes do atual prefeito Clésio Salvaro e do seu antecessor, Márcio Búrigo.

Com informações do Portal Engeplus

  • f5e51abf1398a868bf612681d5a80ca6
  • 921824ec73b7a17f967d185d463430b2
  • 461d5312b237b105fca09e33a5c184ed
  • 9ac33880e4546642d85d87bde0fa01e8