Segurança Pública

Planejamento e concentração: foco no resultado

Vou contar duas histórias que demonstram a importância do planejamento estratégico e da concentração de forças, duas elementares para que possamos atingir os resultados que pretendemos, quando começamos nossas empreitadas ou novos projetos.

A primeira história é sobre planejamento e pensar além do presente. Vamos lá: dois sapos viviam em uma mesma lagoa. Quando ela secou com o valor do verão, eles saíram em busca de outro lar. No caminho, passaram por um poço profundo e cheio de água. Ao vê-lo, um dos sapos disse para o outro: “vamos descer e fazer a nossa casa neste poço, ele nos dará abrigo e alimento.” O outro, mais prudente, planejando e pensando no futuro, respondeu: “mas, e se faltar água, como sairemos de um lugar tão fundo?” Por isso, não faça nada sem pensar nas consequências. (Fábulas, Esopo, Século 6 a. C.).

A outra história é sobre Napoleão e a concentração de energias (foco): Napoleão conhecia o valor de concentrar suas forças no ponto fraco do inimigo – era o segredo do seu sucesso nos campos de batalha. Mas sua força de vontade e a sua mente também estavam moldados segundo essa noção. O propósito único, a única concentração na meta. Não agia como o ganso, que não sabe correr direito, nadar direito e voar direito. Pensava como o cavalo da fábula Boccaccio e Chaucer, do Dr. John Aikin, era forte e veloz e preferia ser admirado por essa qualidade do que ser um ganso com várias qualidades pífias.

Com essas duas histórias observamos que se planejarmos nossas ações e termos visão de futuro, as chances de fracasso diminuem muito. Mas muitas vezes, planejar, apenas, não serve. Precisamos ter muito foco e concentrar nosso esforço em um único propósito e não atirar para todo lado, usando nossas melhores qualidades no projeto que estamos desenvolvendo.

Isso se aplica em nossa vida pessoal, no trabalho e em áreas como a segurança e a educação, onde o planejamento e concentração hoje, vão dar ótimos frutos a curto, médio e longo prazo. Se não investirmos rapidamente em segurança, não teremos presente. Se não investirmos rapidamente em educação, não teremos futuro. Cabe a todos nós cobrar que os investimentos aconteçam.

Notícias Relacionadas

Índices de crimes caem bruscamente em Orleans

Segundo dados divulgados pela Polícia Civil, houve redução de 300% dos crimes de roubo e quase 30% do número de furtos.

Proprietário de lavação é preso por tráfico de drogas em Orleans

Na delegacia, o acusado confirmou que entregou 15 gramas de crack para o usuário em troca de um Fiat Uno com problemas mecânicos.

Novos nomes do PSD se reúnem para discutir ações para as eleições deste ano

Polícia Civil apreende pés de maconha em propriedade de Orleans

O proprietário do local ainda não foi localizado.