Segurança

Polícia Civil conclui caso do desaparecimento de Júlia Antonello e autor do crime é preso

O autor teria um relacionamento com Júlia e foi indicado como possível autor do feminicídio e ocultação de cadáver

Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigações Criminais de São Joaquim, encerrou as investigações sobre o desaparecimento de Júlia Antonello Paes.

Após o registro de um Boletim de Ocorrência pela família em 19 de agosto de 2023, a Polícia Civil iniciou a investigação para esclarecer os fatos.

A investigação, que envolveu diversas diligências, como oitivas, buscas e representações por medidas cautelares, apontou T.P., ex-companheiro de Júlia, como o possível autor do feminicídio e da ocultação do cadáver.

O desfecho do caso ocorreu durante o interrogatório do suspeito, momento em que foi cumprido o mandado de prisão preventiva. O investigado confessou a autoria do crime e indicou o local onde havia enterrado o corpo de Júlia Antonello Paes.

Em conjunto com a Polícia Científica e a Polícia Penal, a Polícia Civil localizou os restos mortais de Júlia no local indicado pelo suspeito.

Além do feminicídio de Júlia, o investigado também é apontado como autor do feminicídio de Maria Aparecida da Rosa, ex-companheira do mesmo, ocorrido em setembro de 2023.

Com a conclusão da investigação, o caso foi encaminhado ao Fórum de Justiça. A Polícia Civil considerou encerrada a investigação relativa ao feminicídio de Júlia Antonello Paes.

Notícias Relacionadas

Dia Internacional da Mulher: vereadores de Lauro Müller homenageiam nove personalidades

Cada um dos parlamentares escolheu uma pessoa para receber a honraria durante a sessão solene realizada nesta segunda-feira, dia 4.

Dia de conscientização destaca importância da vacinação contra o HPV

Especialista garante que imunização é segura e protege contra o câncer

Presidente de sindicato morre afogado após ser arrastado no mar junto da esposa em SC

Segundo o Corpo de Bombeiros, mulher foi retirada do mar, sem ferimentos. Caso ocorreu em Itapema. Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Santa Catarina declarou luto oficial.

Suspeitos de balearem mãe e filha durante execução de homem em frente à creche em SC são presos em SP

Dupla saiu de carro de Indaial e foi presa em Registro (SP), a cerca de 423 km do local do crime. Mulher e criança de 3 anos seguem hospitalizadas.