Segurança

Polícia Civil de Campinas cumpre mandados de prisão contra casal suspeito de ligação com mega-assalto em Criciúma

Marido e mulher foram presos em uma residência no Parque Fazendinha, nesta quarta. Em novembro, cerca de 30 pessoas causaram terror em Criciúma durante o assalto ao Banco do Brasil.

Divulgação

Equipes da Polícia Civil de Campinas (SP) cumpriram nesta quarta-feira (27) mandados de prisão temporária de um casal que mora na cidade e é suspeito de envolvimento do mega-assalto a um banco em Criciúma (SC), ocorrido na noite de 30 de novembro de 2020.

De acordo com o delegado José Carlos Fernandes, da Delegacia de Investigação Gerais (DIG) de Campinas, marido e mulher foram presos em uma residência no Parque Fazendinha. Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal de Criciúma.

O casal já havia sido preso dias após o crime após denúncia anônima. Na ocasião, munições de fuzil, explosivos similares aos usados no ataque e documentos falsos da Polícia Civil foram apreendidos na residência do casal, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O crime

Na noite do dia 30 de novembro de 2020, cerca de 30 pessoas encapuzadas causaram terror na cidade catarinense ao roubar o cofre de uma agência do Banco do Brasil.

Funcionários foram feitos reféns, vias foram bloqueadas e disparos com armas de grosso calibre foram efetuados. A ação criminosa durou quase duas horas.

Notícias Relacionadas

Polícia Militar reforça Operação contra a Pandemia na Região

A 8ª Região de Polícia Militar, com sede em Tubarão recebeu o total de 60 policiais militares

Bombeiros combatem incêndio em veículo em Lauro Müller

Ocorrência foi registrada por volta das 6h30 desta sexta-feira (26)

Primeiro caso de covid-19 no Brasil completa um ano

Linha do tempo mostra enfrentamento da pandemia no país.

Coronavírus em SC: Governo do Estado decreta fechamento de atividades não essenciais durante fim de semana

A decisão é mais uma medida do Executivo estadual para reforçar o enfrentamento ao coronavírus em um momento de agravamento da situação sanitária em Santa Catarina.