Segurança

Polícia Civil de Criciúma finaliza investigação de roubo e suspeito tem prisão preventiva decretada

O roubo teria ocorrido em outubro deste ano, no bairro Nossa Senhora da Salete em Criciúma

Divulgação

A Divisão de Repressão à Roubos da Polícia Civil de Criciúma (DRR/DIC-PCSC), coordenada pelo Delegado Yuri Miqueluzzi, finalizou investigação de roubo ocorrido em outubro, no bairro Nossa Senhora da Salete em Criciúma.

O autor do crime simulou estar com arma de fogo e roubou dois celulares das vítimas. Em rondas, algumas horas depois, a Polícia Militar localizou um suspeito com as mesmas características. Ele dirigia um automóvel indicado pelas vítimas como utilizado no roubo. Na abordagem, foram identificados sinais de embriaguez. O homem foi conduzido à Delegacia, onde foi autuado em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante.

Com relação ao roubo, foi instaurado inquérito policial para apuração. Ao final, foi constatado elementos de que o homem de 31 anos realizou o roubo, sendo indiciado pelo crime. O suspeito teve sua prisão preventiva decretada e aguarda julgamento recolhido no Presídio.

Atua no caso a 13ª Promotoria de Justiça de Criciúma. A ação tramita na 1ª Vara Criminal. A apuração contou com participação da Polícia Militar, 1ª Delegacia de Polícia e CRPP de Criciúma.

Notícias Relacionadas

Novo bairro em Tubarão é aprovado

Com a criação do novo bairro, o município tem uma área delimitada que pode ter regras específicas de uso do solo, por exemplo.

Homem é preso por posse ilegal de arma de fogo após agredir e ameaçar policiais em Siderópolis

Por diversas vezes, desferiu chutes contra os policiais e ameaçou um dos soldados de morte.

Queda de menino em atração no Beto Carrero World: o que se sabe e o que falta saber

Segundo boletim médico, criança segue internada com quadro de saúde estável e apresenta 'pouca sequela neurológica'.

‘Melzinho do amor’: o que se sabe até agora do produto vendido na internet e proibido pela Anvisa

Produção, publicidade e comercialização estão proibidas desde maio no Brasil e ainda não se sabe exatamente qual é a composição da substância.