Segurança

Polícia Civil de Gravatal prende suspeito de estelionatos em série na Operação Frete Fake

Os prejuízos causados pelo suspeito são estimados em aproximadamente R$90.000,00.

Divulgação

A Polícia Civil de Santa Catarina, através da Delegacia de Polícia de Gravatal, com apoio da Polícia Civil da Bahia, Polícia Militar de Gravatal, Polícia Militar Rodoviária Estadual de Gravatal e Polícia Rodoviária Federal, prendeu na tarde desta segunda-feira (7), um homem de 34 anos apontado como sendo suspeito da prática de estelionatos em série. Estima-se que houve pelos menos 11 vítimas e acredita-se que este número possa ser ainda maior.

Os prejuízos causados pelo suspeito são estimados em aproximadamente R$90.000,00. As vítimas tratam-se de empresas que trabalham no ramo de transportes de cargas e pertencem a vários Estados Brasileiros, dentre eles SC, MG, SP, RS, BA e outros. Os golpes aplicados pelo suspeito iniciaram em 2016 e se intensificaram nos anos de 2019 e 2020.

Como funciona os golpes:

O suspeito era contratado para fazer fretes de cargas de vários valores. Após ser contratado, recebia adiantado grande parte do valor do frete. Pouco tempo depois de carregar o caminhão e pegar a estrada o sujeito ligava para as vítimas e alegava que teria ocorrido problemas mecânicos. Ele também alegava, em muitos casos, que precisava receber o restante do frete para conseguir consertar o caminhão e seguir viagem.

Muitas das vítimas acabavam pagando o restante do valor do frete. Depois disso o sujeito abandonava as cargas e não fazia as entregas. Quando as vítimas entravam em contato com o suspeito, ele as ameaçava alegando que teria vários antecedentes policiais. As vítimas, para não ficarem com prejuízo ainda maior, tratavam de buscar as cargas em pontos onde o sujeito “literalmente largava” estas cargas.

Depois dos prejuízos restava apenas as vítimas registrem boletins de ocorrências, fato que foi feito em vários Estados Brasileiros. Estes registros passaram a ser encaminhados para a Delegacia de Polícia de Gravatal. Acredita-se que possam surgir diversas outras vítimas após tomarem conhecimento da prisão do suspeito.

O suspeito possui antecedentes policiais, dentre eles: estelionato, dano, ameaça, desacato, tráfico de drogas e associação para o tráfico, tentativa de homicídio e coação no curso do processo.

O inquérito policial

O Inquérito Policial foi instaurado na Delegacia de Polícia de Gravatal, sob a coordenação do Delegado André Luis Mendes da Silveira. No caderno indiciário foram reunidas todas as provas documentais e uma força tarefa foi montada para tomar por termo o depoimento de todas as vítimas e testemunhas identificadas, inclusive através da plataforma de vídeo conferência da Polícia Civil de SC. Diante do conteúdo robusto probatório reunido e diante da conduta ameaçadora e intimidadora do suspeito, foi representado por sua prisão preventiva, a qual teve parecer favorável do Ministério Público de Armazém, sendo o mandado de prisão preventiva decretado pela Magistrada da referida Comarca.

A prisão

Após intensa troca de informações entre Policiais Civis de Gravatal, Policiais Militares Rodoviários Estaduais, Policiais Rodoviários Federais e Policiais Civis da Bahia (Delegacia de Repressão ao Roubo de Cargas – de Feira de Santana) foi possível efetuar a prisão do suspeito. Ele era considerado foragido e foi encontrado próximo a um posto de combustíveis. Agora está sendo encaminhado para a Delegacia da Bahia e posteriormente deve ser recambiado para o Sistema Prisional Catarinense, ficando a disposição da Justiça.

As investigações foram realizadas pelos Policiais Civis da Delegacia de Polícia de Gravatal e contaram com o apoio de diversas unidades policiais do Estado de SC e também de outras Unidades da Federação, principalmente da Polícia Militar de Gravatal, Polícia Militar Rodoviária Estadual de Gravatal, Polícia Rodoviária Federal e Delegacia de Repressão a Roubo de Cargas da Bahia.

Notícias Relacionadas

‘Melzinho do amor’: o que se sabe até agora do produto vendido na internet e proibido pela Anvisa

Produção, publicidade e comercialização estão proibidas desde maio no Brasil e ainda não se sabe exatamente qual é a composição da substância.

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em maio

Beneficiários do Bolsa Família com NIS 5 também receberão hoje.

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 2,5 milhões

Quina de São João sorteia no sábado prêmio estimado em R$ 170 milhões.

Abatedouro clandestino suspeito de vender carne de cavalo é flagrado em Lauro Müller

Polícia Militar e Vigilância Sanitária atuaram na ocorrência, que resultou na prisão de um homem.