Segurança

Polícia Civil de Orleans esclarece falso roubo a veículo

Casal denunciou falso roubo com a intenção de aplicar um golpe na seguradora.

Delegacia de Orleans

Foto: Divulgação / Polícia Civil

A Polícia Civil esclareceu um falso roubo de veículo comunicado por volta das 15h30min dessa quinta-feira (31), na Delegacia de Orleans, por um casal que tinha como intenção aplicar um golpe na seguradora.

O casal informou que vinha de São Ludgero para engarrafar e levar água, que seria utilizada para o consumo, em uma bica existente no bairro São Gerônimo.

Segundo o falso relato, em determinado momento, chegou um Chevrolet Astra Hatch. Dele, desceu um homem do banco do caroneiro e, com uma arma na cintura, anunciou o assalto e levou o veículo Renault Logan, registrado em nome da senhora que os acompanhava, que seria irmã do homem.

Em seguida, os criminosos teriam saído em disparada com os dois veículos. Ainda segundo eles, os assaltantes não haviam levaram a carteira com mais de R$ 1 mil, mas levaram a chave da casa. O casal relatou que, após o roubo, pegou uma carona com uma pessoa em um Chevrolet Corsa e voltou para São Ludgero para buscar o recibo do veículo. Posteriormente, voltou para Orleans para registrar a ocorrência, sem, ao menos, ter feito qualquer contato com a Polícia Militar. Segundo o homem, foi necessário arrombar a janela da casa para entrar e sair do local.

A Polícia Civil colheu as informações preliminares e foi até o local onde, segundo a mulher, teriam ficado as garrafas nas quais seriam colocadas a água, mas elas não foram encontradas. Depois, foram em direção a São Ludgero, para onde os possíveis criminosos poderiam ter ido. A PM iniciou as rondas e a busca por imagens nas câmeras de videomonitoramento. Ao analisar diversas câmeras, foi possível constatar que o casal não foi para Orleans com o Renault Logan no horário informado e que também não retornou de carona em um Chevrolet Corsa. Eles saíram de casa a pé uma hora antes.

Ao serem entrevistados na delegacia, o casal apresentou versões diferentes sobre vários fatos. Ao ser interrogado pela segunda vez, confessou que se tratava de um golpe contra a seguradora e que essa não foi a primeira vez. Ao se ver encurralado, o homem passou a desacatar os policias civis e militares, sendo dada voz de prisão, quando resistiu e praticou uma lesão corporal. No carro em que ele estava, foi encontrada a chave supostamente roubada e, na casa, a janela estava intacta.

O suspeito foi autuado pelo delegado Bruno Sininaldi pelos crimes de estelionato, desacato, resistência e lesão corporal. Ele será encaminhado ao Presídio Santa Augusta, de Criciúma. O homem possui passagens por dirigir embriagado, estelionato, ameaça contra a mulher, injúria, vias de fato, exercício arbitrário das próprias razões e cárcere privado. A todo momento, dizia que iria processar os policias e que iria no Judiciário e no Ministério Público.

Notícias Relacionadas

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Polícia Civil apresenta dados positivos na repressão de roubos em Criciúma com prisões realizadas e criminosos identificados

Comparado com 2018, os dados indicam redução de roubos com uso de arma de fogo, roubos em residência e roubos com mais de três autores, com estabilização da quantidade de roubos gerais.

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito