Segurança

Polícia Civil de Orleans investiga pedofilia e apreende celulares

Busca e apreensão foram cumpridos na tarde desta terça-feira (12)

Divulgação

A Delegacia de Polícia Civil de Orleans em conjunto com a Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (DIPC) investigam um caso de pedofilia na cidade. Os policiais constataram que um IP (Protocolo de Internet) vinculado a um servidor que atendia Orleans baixou arquivos de pornografia infantil, com fotos e vídeos de crianças em cenas pornográficas.

Com isso, a Polícia Civil de Orleans, com apoio do Instituto Geral de Perícias cumpriram um mandado de busca e apreensão na tarde desta terça-feira (12) em uma casa do município. Foram apreendidos dois celulares que serão analisados por uma perícia.

Os policiais localizaram a casa através da identificação do titular do IP. Os dados cadastrais estão em nome da titular G. T. V., que é casada com D. de S.

Foi instaurado um inquérito policial para apurar os fatos. O Artigo 241-B do Estatuto da Criança e Adolescente prevê que “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente” é crime. A pena prevista é de reclusão de um a quatro anos e multa.

Notícias Relacionadas

Covid-19: voo com carga de máscaras cirúrgicas chega ao Brasil

Covid-19: voo com carga de máscaras cirúrgicas chega ao Brasil.

Treine diariamente o português

É comum ouvirmos pessoas dizendo que odeiam língua portuguesa por causa das regras e convenções que impõe, como qualquer outra língua.

Idoso de 67 anos é a 6ª vítima da Covid-19 em Tubarão

Luiz Carlos Rodrigues morreu em casa. Ele não sabia que estava com Covid-19. O exame foi feito no serviço de verificação de óbito.

Vândalos danificam móveis e equipamentos na Unidade de Saúde do Guatá, em Lauro Müller

A unidade foi arrombada pela porta da frente e teve móveis e equipamentos de uso diário danificados, muitos deles sem a possibilidade de serem usados novamente.