Segurança

Polícia Civil de Orleans investiga pedofilia e apreende celulares

Busca e apreensão foram cumpridos na tarde desta terça-feira (12)

Divulgação

A Delegacia de Polícia Civil de Orleans em conjunto com a Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (DIPC) investigam um caso de pedofilia na cidade. Os policiais constataram que um IP (Protocolo de Internet) vinculado a um servidor que atendia Orleans baixou arquivos de pornografia infantil, com fotos e vídeos de crianças em cenas pornográficas.

Com isso, a Polícia Civil de Orleans, com apoio do Instituto Geral de Perícias cumpriram um mandado de busca e apreensão na tarde desta terça-feira (12) em uma casa do município. Foram apreendidos dois celulares que serão analisados por uma perícia.

Os policiais localizaram a casa através da identificação do titular do IP. Os dados cadastrais estão em nome da titular G. T. V., que é casada com D. de S.

Foi instaurado um inquérito policial para apurar os fatos. O Artigo 241-B do Estatuto da Criança e Adolescente prevê que “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente” é crime. A pena prevista é de reclusão de um a quatro anos e multa.

Notícias Relacionadas

Thiago Fontanela: Carbonífera Catarinense comemora 25 anos com missa

Atualmente a empresa emprega 600 empregos diretos e colabora para mais 5000 indiretamente, esse número deve crescer ainda mais com o decorrer dos anos

Tigre vence o Botafogo por 2 a 1 e sobe para 13º lugar no Brasileirão

Agiotas que cobravam dívidas até no local de trabalho das vítimas são presos em SC

Empresário está entre os presos

Fim de semana de veranico antecede chuvas e temporais em Santa Catarina

Esse novo veranico de junho antecede a passagem de uma frente fria