Segurança

Polícia Civil de Orleans investiga pedofilia e apreende celulares

Busca e apreensão foram cumpridos na tarde desta terça-feira (12)

Divulgação

A Delegacia de Polícia Civil de Orleans em conjunto com a Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (DIPC) investigam um caso de pedofilia na cidade. Os policiais constataram que um IP (Protocolo de Internet) vinculado a um servidor que atendia Orleans baixou arquivos de pornografia infantil, com fotos e vídeos de crianças em cenas pornográficas.

Com isso, a Polícia Civil de Orleans, com apoio do Instituto Geral de Perícias cumpriram um mandado de busca e apreensão na tarde desta terça-feira (12) em uma casa do município. Foram apreendidos dois celulares que serão analisados por uma perícia.

Os policiais localizaram a casa através da identificação do titular do IP. Os dados cadastrais estão em nome da titular G. T. V., que é casada com D. de S.

Foi instaurado um inquérito policial para apurar os fatos. O Artigo 241-B do Estatuto da Criança e Adolescente prevê que “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente” é crime. A pena prevista é de reclusão de um a quatro anos e multa.

Notícias Relacionadas

Anvisa diz que vacinas usadas no Brasil são seguras

Dados não indicam qualquer relação com eventos adversos graves

PRF recupera veículo roubado e que circulava clonado na BR 101 em Tubarão

O homem de 20 anos foi conduzido à Central de Polícia de Tubarão e vai responder por receptação e adulteração de sinal identificador de veículo.

Imunização em Tubarão depende da ordem de chegada das vacinas

Ônibus seguem transitando além da capacidade em Criciúma

Novo registro foi capturado na manhã de hoje, no Rio Maina.