Segurança

Polícia Civil de Orleans identifica fábrica clandestina de cigarros e prende o responsável pelo local

O local foi lacrado e os objetos serão devidamente identificados, apreendidos e periciados

Giroflex PM foto noturna

Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Orleans, após denúncia anônima, identificou um depósito que seria utilizado para produzir cigarros de forma clandestina.

No local foram encontradas cerca de 120 caixas que continham aproximadamente 130 quilos cada de “blend” (fumo, nicotina, açúcar e outros produtos), além de materiais destinados a embalar os cigarros, carteiras e maços, bem como máquinas para produzir e embalar os cigarros para revenda ao consumir final.

Também foram encontrados caminhões, um deles com placas do Paraná e com um orifício de projétil de arma de fogo na porta, registrado em nome de um indivíduo com passagem por tráfico internacional de drogas.

O responsável pelo local, com passagens por receptação, apropriação indébita e falsificação ou adulteração de selos públicos, E. B. M., 49 anos, foi preso em flagrante por recepção qualificada, porque estava ocultando caixas de “blend” desviadas ou provenientes de furto e roubo, já que estavam com as etiquetas suprimidas, crime contra o consumidor e organização criminosa.

O local foi lacrado e os objetos serão devidamente identificados, apreendidos e periciados durante a manhã desta terça-feira (4).

Notícias Relacionadas

Polícia Civil apresenta dados positivos na repressão de roubos em Criciúma com prisões realizadas e criminosos identificados

Comparado com 2018, os dados indicam redução de roubos com uso de arma de fogo, roubos em residência e roubos com mais de três autores, com estabilização da quantidade de roubos gerais.

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

PRF prende foragido do sistema penal do RS com CNH falsa em Tubarão, na BR-101

Ele foi preso e encaminhado para a Polícia Federal de Criciúma.