Segurança

Polícia Civil indicia quatro pessoas por roubos e receptação na região de Criciúma

Divulgação/Polícia Civil

A Divisão de Repressão à Roubos da Polícia Civil de Criciúma (DRR/DIC), coordenada pelo Delegado Yuri Miqueluzzi, finalizou investigações de roubos e receptação. Duas pessoas de 19 e 18 anos foram indiciadas por roubos com causas de aumento, uma delas também por corrupção de menores. Um adolescente de 17 anos foi identificado como participante em um dos crimes. Outras duas pessoas de 22 e 19 anos por receptação de produto de roubo.

Um dos crimes ocorreu no bairro Paraíso. Os criminosos invadiram residência onde havia um morador. Subtraíram aparelhos eletrônicos e valores, com graves ameaças. A dupla foi identificada, um deles adolescente. O adulto foi preso durante a investigação, por outro roubo. A Polícia Civil representou pela prisão preventiva do investigado neste crime e aguarda decisão judicial. O suspeito está recolhido no Presídio Santa Augusta.

Outros dois roubos ocorreram no bairro São Cristóvão e São Luiz. Um homem foi identificado e indiciado por roubo com uso de faca em via pública. E uma dupla foi indiciada por receptação de aparelho celular roubado. Os inquéritos foram concluídos e remetidos ao Poder Judiciário.

Notícias Relacionadas

Secretaria de Saúde de Criciúma reforça chamado de gestantes, puérperas e crianças para vacinação contra influenza

Agentes Comunitários de Saúde visitarão as residências para monitoramento e intensificação de informações por causa da baixa adesão à campanha nacional

Polícia Civil apresenta dados positivos na repressão de roubos em Criciúma com prisões realizadas e criminosos identificados

Comparado com 2018, os dados indicam redução de roubos com uso de arma de fogo, roubos em residência e roubos com mais de três autores, com estabilização da quantidade de roubos gerais.

Rever: aplicativo que contribui para a coleta seletiva já tem grande demanda de usuários em Criciúma

Plataforma digital auxilia nas denúncias de irregularidades e solicitações para coletas

Quatro adolescentes criam startup para fiscalizar os poderes de Criciúma

O objetivo dos jovens é reunir informações dos poderes Legislativo e Executivo do município de Criciúma em uma plataforma mais acessível.