Segurança

Polícia faz operação em Blumenau em investigação sobre pagamento para subsidiar campanha eleitoral

Ninguém foi preso. Policiais apuram se houve desvio no pagamento de servidores do Samae para uma campanha política.

Divulgação

Uma operação foi feita em Blumenau, no Vale do Itajaí, parte de uma investigação sobre suspeitas do desvio de pagamento de servidores para uma campanha política. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão. Ninguém foi preso.

A Operação Soldo Inflado ocorreu na quinta-feira (10). Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos na casa dos investigados. Em um dos locais, a polícia encontrou R$ 202 mil em dinheiro.

A investigação começou em maio com uma denúncia do Ministério Público de Santa Catarina. A suspeita é de que funcionários do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) estariam recebendo horas extras e de sobreaviso no período da pandemia em valores acima dos permitidos legalmente, inclusive em meses de férias, e que parte do valor pago a alguns servidores seria para financiar a campanha eleitoral a vereador de um ex-diretor da autarquia. A investigação corre em segredo de justiça.

Por nota, a Prefeitura de Blumenau disse que a Controladoria-Geral do município vai instaurar uma auditoria. O atual presidente do Samae afirmou que vai afastar os servidores citados na operação e solicitar a abertura de uma sindicância.

Com informações do G1 SC

Notícias Relacionadas

Governo de Criciúma lança programa Educação Empreendedora nas escolas

Projeto foi apresentado nesta quarta-feira no Teatro Elias Angeloni

Librelato é finalista no Prêmio AutoData 2021

A Librelato chega pela sexta vez como finalista ao Prêmio Autodata por suas inovações no setor de implementos.

Governador garante investimento de R$ 12 milhões para asfaltamento de rodovia em Jaguaruna

A estrada tem quase 8 km e faz a conexão com as comunidades de Jabuticabeira e Congonhas, além de garantir um acesso secundário a Tubarão.

Covid: Fila por UTI em SC é a menor desde o início de junho

Segundo o último boletim, entre os 27 pedidos, a maior parte está na região Sul (12).