Segurança

Polícia Federal cumpre mandados em residência de fiscais do Enem

Buscas fazem parte da Operação Thoth, que investiga vazamento da primeira prova.

Divulgação

A Polícia Federal (PF) esteve neste sábado, 9 de novembro, em casas de duas aplicadoras do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 para cumprir dois mandados de busca e apreensão. Os agentes apreenderam os celulares das suspeitas. O caso ocorreu em Fortaleza (CE)

As buscas fazem parte da Operação Thoth, assim nomeada em homenagem ao deus egípcio da escrita e da sabedoria. O objetivo da PF é recolher elementos probatórios que esclareçam irregularidades cometidas durante a aplicação de provas no primeiro dia de Enem, 3 de novembro.

O trabalho da polícia recebeu a cooperação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC) e responsável pela aplicação do Enem. O Inep ajudou na identificação das aplicadoras. A PF segue a investigar, com o apoio do Inep, outros casos relatados no Rio de Janeiro e na Bahia.

Segundo a polícia, as aplicadoras poderão ser indiciadas por fraude em certames de interesse público (Art. 311-A, III do Código Penal). A pena chega a cinco anos de prisão mais multa.

Com informações do site 4oito

Notícias Relacionadas

Após problemas no Enem, Sisu ficará aberto por mais dois dias

Anúncio foi feito pelo ministro da Educação nesta segunda-feira (20)

Últimos dias para garantir vagas para aulões gratuitos de preparação para o Enem

As aulas são focadas na revisão geral dos conteúdos do Enem e acontecerão no período noturno, das 18h50 às 22h, no Centro de Vivências do Museu ao Ar Livre Princesa Isabel.

Consulta sobre nova data do Enem começa neste sábado

Estudantes têm três opções de data para escolher

Polícia Civil identifica ladrão que furtou residências no interior de Orleans

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos na manhã desta quinta-feira (21) nos endereços do suspeito.