Segurança

Polícia Militar de Criciúma apreende drogas em residência no bairro Santo André

Nos local, foi encontrada uma mochila contendo 721 gramas de maconha, 386 gramas de crack e 21 gramas de cocaína.

Foto: Polícia Militar

A Polícia Militar de Criciúma, por volta das 15 horas desta terça-feira, dia 20, em rondas pelo bairro Santo André, recebeu informações a respeito de uma mulher que estaria utilizando seu estabelecimento para guardar entorpecentes e também armas para um homem envolvido com o tráfico de drogas.

Os policiais foram até o local, sendo recebidos pela mulher indicada nas denúncias, de 39 anos, proprietária da casa e do estabelecimento que funcionava no mesmo imóvel. Os policiais explicaram o teor das informações e receberam acesso para as buscas. Nos fundos do local, no cômodo de uma gaveta, foi encontrada uma mochila contendo 721 gramas de maconha, 386 gramas de crack e 21 gramas de cocaína, além de facas, uma colher com resquícios de drogas e uma balança de precisão.

Após localização da mochila com o material ilícito, ao ser questionada sobre os entorpecentes, foi relatado pela mulher que alguém teria deixado no local, mas que ela não sabia do que se tratava. No momento dos procedimentos, estavam também na casa o filho da abordada, de quatro anos, e uma outra mulher, cliente dela, que acompanhou as ações. Diante da situação, a proprietária do imóvel e todo o material foram encaminhados para a Delegacia de Polícia para os procedimentos cabíveis.

Notícias Relacionadas

Colisão frontal deixa dois em estado grave na SC-108, entre Orleans e Urussanga

Um dos motoristas ficou preso às ferragens e teve o carro cortado para ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito

Coronavírus em SC: Polícia Militar chega a 50 mil fiscalizações no trabalho de combate à Covid-19

Até esta segunda-feira (25), foram registradas 50.472 ocorrências, nas quais foram realizadas 893 notificações

Empresa tem malote levado por assaltante em Sangão

A funcionária disse à polícia que foi abordada pelo homem quando chegava no estabelecimento com um furgão.