Segurança

Polícia Militar realiza apreensão de drogas em casa abandonada em Araranguá

A residência estava abandonada no bairro Operária

Divulgação

No fim da noite de sábado, 21, a guarnição tinha informações de que na cidade de Araranguá, um homem estaria guardando drogas em uma residência, aparentemente abandonada, no bairro Operária.

A equipe policial tomou conhecimento de que a Polícia Militar de Araranguá juntamente com a Polícia Civil daquela cidade cumpriram mandados de busca nas residência do homem, no intuito de encontrar as drogas em questão, não obtendo êxito.

Foi feito contato com as equipes de Araranguá e constatado que não havia sido realizado buscas na residência onde a guarnição tinha informações de ser o esconderijo das drogas. As guarnições GR9, TÁTICO e K9 deslocaram para Araranguá e encontraram a referida residência, no endereço supracitado, sendo que perguntado para os vizinhos, disseram que a residência era pouco frequentada e nunca ficava aberta.

A equipe policial fez a verificação do lado externo da residência, sendo que pela janela dos fundos foi possível visualizar vários tabletes de maconha amontoados dentro de um quarto. Maconha: 103.5 Kg. (135 tabletes), Ecstasy: 560 comprimidos; MDMA: 6.7 gramas, Cocaína: 250.7 gramas, LSD: 64 micropontos.

Nenhum suspeito foi encontrado no local.

Com informações do TNSul

Notícias Relacionadas

Coorsel recebe mais uma recertificação da ISO 9001:2015

Certificado comprova a qualidade da gestão e o compromisso com o aperfeiçoamento contínuo dos processos.

Calhamaço de obras: Prefeitura de Braço do Norte encerra terceira semana de ações

Para a próxima semana já estão programadas entregas de ordens de serviços para pavimentação nos bairros Uruguaia, Rio Bonito, Sertão do Rio Bonito e União (Capitel)

Saúde Mental, álcool e outras drogas são debatidos em Audiência Pública

Encontro virtual reuniu entidades para debater os desafios e avanços das políticas públicas relacionadas ao tema

Dupla é condenada por homicídio qualificado e ocultação de cadáver em Criciúma

Segundo a denúncia, a vítima teria sido casada com o irmão do réu, que suicidou-se e a crença no suposto envolvimento da mulher nesta morte seria a motivação do crime