Segurança

Polícia vai apurar detonação de rochas que danificou veículos na BR-101, em SC

Polícia Rodoviária Federal e concessionária que administra o trecho informaram que a detonação não foi autorizada; vídeos mostram pistas repletas de pedras

Foto: Reprodução

A Polícia Civil vai apurar a detonação de rochas que deixou um ciclista ferido e danificou veículos na tarde desta terça-feira (17), no km 170 da BR-101, em Tijucas, na Grande Florianópolis. Vídeos registrados por pedestres e motoristas mostram que as pistas ficaram cheias de pedras.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal) e a Arteris Litoral Sul, concessionária que administra o trecho, a detonação em uma pedreira localizada às margens da rodovia não foi autorizada.

A PRF informou, por meio de nota, que vai apresentar um relatório de notícia-crime à Polícia Civil de Tijucas, que deve investigar a prática de crime previsto no artigo 251 do Código Penal.

O artigo trata de “expor a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem, mediante explosão, arremesso ou simples colocação de engenho de dinamite ou de substância de efeitos análogos.”

Ainda de acordo com a PRF, será feito um auto de infração pelo artigo 174 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro): promover na via eventos organizados sem permissão da autoridade de trânsito.

A ocorrência também será comunicada ao Exército Brasileiro, instituição que regulamenta o uso de artefatos explosivos.

O delegado de Polícia da Comarca de Tijucas, Aderlan Camargo, informou na manhã desta quarta-feira (18), que aguarda o relatório da PRF para dar início às investigações.

Concessionária esclarece fato

A Arteris Litoral Sul esclareceu, em nota, que o desmonte de rochas que danificou veículos não foi realizado pela concessionária e não faz parte das obras do Contorno Viário de Florianópolis.

Segundo a concessionária, o procedimento de desmonte de rocha no Contorno Viário foi realizado na tarde de terça, de maneira controlada, por volta das 15h30, no km 177 da BR-101, na região do Rio Inferninho em Biguaçu, sem nenhum registro de imprevisto.

A Arteris assegura que foram adotadas todas as medidas de segurança, com autorização e acompanhamento da PRF. Disse ainda que as imagens que circularam na internet foram registradas no km 170 da BR-101, na região de Morretes, em Tijucas.

Nesse local, ocorreu um procedimento de desmonte de rocha sob responsabilidade de empreendimento localizado nas margens da rodovia, por volta das 17h. A Arteris reforçou que a programação dessa atividade não foi autorizada pela concessionária.

Segundo a Arteris, a detonação de rocha foi feita por uma pedreira que informou ter autorização para o serviço e pediu, inclusive, autorização para a PRF para detonar o trecho em Tijucas, o que acabou não acontecendo.

O procedimento gerou três ocorrências de danos em veículos, um acidente envolvendo um automóvel, no qual não houve feridos, e uma ocorrência de atendimento pré-hospitalar a um ciclista ferido – conduzido em situação leve para um hospital da região.

Equipes da concessionária também foram mobilizadas para limpeza da pista – com término das atividades por volta das 19h desta terça. Durante os trabalhos, o trânsito registrou lentidão nos dois sentidos.

Entenda o caso

A detonação de rochas ocorreu por volta das 17h no km 170 da BR-101, na altura do bairro Morretes, em Tijucas. O estouro assustou motoristas e moradores da região.

A “chuva de pedras” atingiu veículos e deixou a pista repleta de detritos. Um caminhão baú que estava próximo do trecho onde ocorreu o desmonte ficou com perfurações na lataria. Um carro ficou com o para-choque e o vidro dianteiro danificado.

Um ciclista que passava pelo local ficou ferido e foi socorrido pela concessionária. A pedreira responsável pela detonação informou que vai arcar com os prejuízos.

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

Serra do Rio do Rastro é liberada após autorização do Deinfra

VEJA VÍDEO - Queda de barreira interrompeu o trânsito desde às 10h30min da manhã desta terça-feira (09). Remoção de rochas é finalizada.

Novo deslizamento de rochas é registrado na Serra do Rio do Rastro

Retirada das rochas sobre a pista acontecerá nesta tarde de segunda (02), segundo informado pelo Deinfra à PMRv do Mirante da Serra.

Rochas atingem caminhão na Serra do Rio do Rastro

Segundo informações, um movimento rápido de materiais rochosos se desprenderam das encostas da Serra

DNIT/SC inicia compactação de rochas em Pescaria Brava

Para as comunidades lindeiras, atenção redobrada para a logística da construção.