Geral

Porto de Imbituba amplia estrutura com novo armazém de granéis sólidos

Divulgação

A capacidade de estocagem de cargas do Porto de Imbituba acaba de ser ampliada, com o início da operação de um novo armazém de 6.400 m², na Área 6-1, próxima ao Cais 3. A estrutura é dedicada à movimentação de minério de ferro e acomoda aproximadamente 80 mil toneladas. O investimento da operadora portuária SulNorte Logística busca atender a demanda de exportação de hematita e magnetita, granéis minerais que já vêm sendo enviados por meio do Porto de Imbituba desde novembro de 2020.

“Esse novo armazém, somado às melhorias e manutenções na infraestrutura geral do Porto, qualifica a área portuária para atendimento às necessidades do mercado e traz maior eficiência operacional”, avalia Fábio Riera, diretor-presidente da SCPAR Porto de Imbituba. Em 2020, o minério de ferro garantiu o segundo lugar no ranking de cargas atendidas no Porto, representando 13,6% do volume total movimentado.

O projeto da SulNorte prevê a construção de mais dois armazéns, ainda em 2021. Juntos, esses futuros módulos, de 4.800 m² cada, vão comportar mais 110 mil toneladas de armazenagem estática de minério. “Temos a expectativa de movimentação de aproximadamente um milhão de toneladas para este ano, o que significa um grande impacto social local na geração de empregos”, destaca Juliano Franco, gerente administrativo da SulNorte.

Notícias Relacionadas

Covid-19: pessoas já infectadas devem esperar um mês antes de vacinar

Recomendação é de médicos infectologista.

Nova lei de trânsito entra em vigor nesta segunda-feira

Mudanças incluem aumento de validade e do limite de pontos na CNH.

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 33 milhões

Foram sorteadas as dezenas 14, 21, 22, 29, 35 e 46.

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em março

Benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375.