Geral

Porto de Imbituba lança livro infantil sobre a baleia-franca

Foto: Israel Costa

O dia 8 de novembro marcou o lançamento do livro infantil “A Grande Tempestade”. A obra foi desenvolvida com os alunos da Escola Básica Municipal Joaquim Ramos, de Imbituba, por meio do Projeto Mar de Letras, uma iniciativa da SCPar Porto de Imbituba, em parceria com a prefeitura local e a empresa Acquaplan, que executa o Plano de Controle Ambiental do porto.

A 1ª edição de A Grande Tempestade tem duas mil unidades impressas. O livro esta sendo distribuído para as escolas e bibliotecas de Imbituba e passa a integrar as ações de educação ambiental realizadas aos visitantes mirins do Porto de Imbituba.

Durante o evento, alunos, professores e autoridades se reuniram na escola para conhecer e prestigiar o resultado do projeto. Em frente a uma plateia lotada de olhos curiosos, a coordenadora de educação ambiental e oceanógrafa da Acquaplan, Giseli Aguiar, narrou o processo de criação da obra, realizado entre março e maio deste ano.

Foto: Israel Costa

Ao longo de três meses, a equipe do porto ensinou e sensibilizou 11 crianças e adolescentes do 5º ao 9º ano, através do curso Educação Ambiental e Conservação da Biodiversidade Marinha. O grupo participou de atividades semanais no contraturno escolar, as quais incluíram dinâmicas em sala de aula e expedições ao complexo portuário e aos ecossistemas costeiros da região – trilha de Itapirubá, Museu das Conchas e Instituto Australis/Projeto Baleia Franca.

A jornada de aprendizagem do Mar de Letras resultou em três histórias escritas pelos integrantes do projeto e em uma mostra desenhos que envolveu toda a escola. Após análise do material, uma comissão julgadora escolheu a melhor narrativa e os 20 desenhos mais criativos. Tanto os participantes do Mar de Letras quanto os alunos que tiverem seus desenhos escolhidos para compor o livro receberam um certificado e uma premiação.

“Buscamos construir um conhecimento junto às crianças que pudesse traduzir conhecimentos científicos sobre as baleias-francas, grandes protagonistas da história, em peripécias e interações entre os trabalhadores portuários e os animais marinhos. O resultado foi uma história divertida e envolvente, capaz de inspirar atitudes em favor da conservação da vida selvagem”, destaca Robson Busnardo, gerente de meio ambiente da SCPar Porto de Imbituba.

Sinopse

Nessa incrível aventura, a baleia-franca Mari e sua filhote Fran percebem a aproximação de uma grande tempestade, enquanto descansam nas praias de Imbituba. Elas arriscam suas vidas para ajudar os trabalhadores portuários a enfrentar a tormenta que estava a caminho. Depois desse feito, os laços de amizades entre homens e baleias se mantêm, mesmo após muitos anos, quando se reencontram em uma situação especial e emocionante.

Durante as migrações reprodutivas, a filhote Fran se depara com inúmeros aprendizados, os quais nos levam a refletir sobre o delicado equilíbrio da vida marinha e como as nossas ações terrestres podem prejudicar ou proteger esse ambiente tão especial.

Colaboração: Comunicação Porto de Imbituba

Notícias Relacionadas

Projeto Educanvisa promove saúde em escolas da rede municipal de Lauro Müller

Inseguro para estudantes, ginásio em escola pública em Orleans terá que se adequar, diz Justiça

O Corpo de Bombeiros informou que o ginásio não possui todos os sistemas preventivos considerados vitais.

Biguaçu acolhe primeira escola do modelo cívico-militar proposto pelo MEC

Secretaria de Estado da Educação (SED) identificou a unidade de Ensino como apta aos requisitos do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (PECIM), do Ministério da Educação (MEC).

Professor que projetou escola do sertão cearense nacionalmente compartilha vivências em Criciúma

Amaral Barbosa proferiu palestra para os professores do Programa A União Faz da Vida, do Sicredi, marcando o Dia da Educação