Geral

Potencialidades turísticas da Região Carbonífera serão elencadas

As potencialidades turísticas dos 12 municípios da Amrec serão elencadas através de um Diagnóstico de Turismo. Com pesquisa de campo, propostas de reestruturação, treinamentos e planejamento do setor turístico, o projeto foi oficializado na noite dessa segunda-feira (22), durante evento na Mina de Visitação Octávio Fontana, em Criciúma. Na ocasião, foi assinada uma Carta de Intenções entre Satc e Amrec para a realização do diagnóstico, bem como a descentralização de R$ 60 mil do Fundo Estadual de Incentivo ao Turismo, repassado à Secretaria de Desenvolvimento Regional de Criciúma, para a elaboração do projeto.

Segundo o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Beto Martins, 12% do PIB de Santa Catarina é produzido pela indústria do lazer sendo, inclusive, o Estado que mais divulga e valoriza o turismo. “Precisamos otimizar o setor  e os municípios precisam estar preparados para receber o turista, priorizando projetos coletivos com maior apelo para o desenvolvimento”, comentou. “Vamos construir uma grande parceria e, a partir de agora, aproveitar muito mais as riquezas que temos em nossa região. Só tenho a agradecer ao Governo do Estado, nas pessoas dos secretários Beto e Vampiro, por este convênio”, salientou o presidente da Amrec e prefeito de Forquilhinha, Lei Alexandre.

O objetivo do projeto é a regionalização do turismo, propondo um modelo de gestão, com ênfase nos Conselhos Municipais de Turismo para a busca de recursos, reforçando as instâncias de governança. “Vai despertar um nicho mercadológico, levando desenvolvimento para todos os municípios da Amrec”, resumiu o coordenador dos cursos de Administração, Secretariado e Guia de Turismo da Satc, Ari Azambuja.

“Esta análise vai engrandecer e tornar cada vez mais visitada a nossa região. A Satc vai fazer o levantamento em um prazo de seis meses e, oportunamente, fará um exame das propostas regionalizadas, trazendo benefícios para todo o sul”, ressaltou o presidente de Honra da Satc, engenheiro Ruy Hülse. Todo o processo será coordenado pela Satc e executado por uma equipe multidisciplinar, formada por 14 profissionais, que percorrerão mais de 11 mil km em toda a região. Para Martins, é importante regionalizar o produto, focar em diagnóstico e planejamento com profissionalismo. “A maior propaganda que fazemos do turismo é aquela que o próprio turista leva para casa”, sugeriu o secretário.

Prefeitos, vices, secretários de Turismo dos municípios da Amrec, secretário de Desenvolvimento Regional de Criciúma, Luiz Fernando Cardoso, o presidente da Santur, Valdir Walendowski, entre outras autoridades, estiveram presentes no evento.

Colaboração: Diene Lemos

  • 4989c34017002a8c4a063a12cbd3b016
  • p1805lch061khaljrnqbu97nej3
  • p1805lch061uf92eqme641b1j8r4
  • p1805lch061qfrtn9175e7b7g0v5
  • p1805lch061q56154v1fobarlvnv6