Geral

Preço médio da gasolina dispara em SC e chega a R$ 7,17

Pesquisa da ANP foi feita entre os dias 17 a 23 de abril

Divulgação

O preço médio da gasolina comum disparou em Santa Catarina na última semana e atingiu R$ 7,17. Os dados são do último levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP) feito entre os dias 17 a 23 de abril. Na semana anterior, o valor médio no Estado era de R$ 6,97.

Os preços foram pesquisados em 214 postos de gasolina de cidades catarinenses. O valor mais alto foi encontrado em Lages, na Serra Catarinense (R$ 7,56), seguido de Balneário Camboriú (R$ 7,50), no Litoral Norte. Já a gasolina mais barata foi encontrada em Laguna, no Sul de SC.

No Brasil, a gasolina comum subiu pela segunda semana consecutiva no Brasil. Em média, o combustível é vendido por R$ 7,27, o maior valor da série histórica. Nos postos pesquisados, a gasolina chegou a ser encontrada por R$ 8,59.

Inflação é puxado por preço da gasolina

Nesta quarta-feira (27), o IBGE divulgou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), considerado uma prévia da inflação oficial do país. A taxa subiu 1,73% em abril, a maior alta desde 1995.

A gasolina puxou alta de preços, com alta de 7,51% no último mês no Brasil. Também houve altas acentuadas do diesel (13,11%), etanol (6,6%) e gás veicular (2,28%). No total, o grupo de transportes subiu 3,43% na prévia do mês.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Cachorro “aussaltante” é flagrado ao levar salame de padaria em Criciúma; veja vídeo

Tutor do animal se dispôs a pagar pelo prejuízo, mas padaria deixou salame de cortesia

Sequestro relâmpago acaba em grave acidente em SC

Duas pessoas foram feitas reféns no sequestro relâmpago; o criminoso tomou a direção do carro, mas bateu em seguida

Cidades da Serra têm alta de até 60% na economia em maio incomum com neve

Restaurantes, lojas e postos de combustíveis reforçaram lucros com "boom" de turistas

Serra do Corvo Branco é liberada de Urubici até o corte

Equipes coordenadas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) trabalham na limpeza da rodovia e na recuperação de encostas há cerca de 10 dias, quando fortes chuvas atingiram Santa Catarina