Poder Executivo

Prefeitos da região da AMREC avaliam impactos da paralisação

A prioridade, segundo os prefeitos é manter os serviços de urgência e emergência, principalmente os tratamentos de pacientes de hemodiálise e oncologia.

Foto: Antônio Rozeng

Os prefeitos da região da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC) se reuniram na tarde desta terça-feira (29) na sede da entidade para avaliar a atual situação da paralisação. Quatro prefeituras da região ainda estudam a possibilidade de ponto facultativo na sexta-feira. É o caso de Criciúma, Balneário Rincão, Cocal do Sul e Lauro Müller. Os demais municípios já decretaram para economizar recursos.

A prioridade, segundo os prefeitos é manter os serviços de urgência e emergência, principalmente os tratamentos de pacientes de hemodiálise e oncologia.

Segundo o presidente da AMREC e prefeito de Siderópolis, Helio Roberto Cesa, a reunião foi mais para consolidar as informações junto a todos os municípios. “A questão da saúde está superada. Os municípios estão informados de onde se consegue combustível para situações de urgência e emergência”, disse o prefeito. Segundo o prefeito a tendência é que todos decretem ponto facultativo, já que muitos funcionários estão sem combustível.

Outra preocupação é a projeção de arrecadação dos municípios que já apresenta sinais de queda. “Já houve um reflexo muito significativo na queda das receitas dos municípios, no que diz respeito FPM e ICMS. Junho e julho terão queda, e cada prefeitura terá que se precaver”, afirmou Alemão. A projeção média feito pelo Conselho de Política Fazendária de Santa Catarina (Confaz/SC), é que as prefeituras terão quede de 40% na arrecadação ICMS, e 20% de FMP, no mês de junho, no comparativo com mês de maio.

Colaboração: Antonio Rozeng – Assessoria de Imprensa da AMREC

Notícias Relacionadas

Secretaria de Saúde de Criciúma reforça chamado de gestantes, puérperas e crianças para vacinação contra influenza

Agentes Comunitários de Saúde visitarão as residências para monitoramento e intensificação de informações por causa da baixa adesão à campanha nacional

Justiça confirma resultado de licitação que gerou economia de R$ 12 milhões pela Saúde do Estado

A licitação foi realizada pela Secretaria da Saúde para fornecimento de ventilação domiciliar e tratamento de oxigenoterapia a pacientes catarinenses.

Novos nomes do PSD se reúnem para discutir ações para as eleições deste ano

Entrega voluntária de bebês para adoção é tema de reunião na comarca de Criciúma

O procedimento de entrega voluntária de crianças recém-nascidas para a adoção é previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)