Geral

Prefeitos debatem volta as aulas e manutenção das rodovias estaduais

Divulgação

Os prefeitos da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC) se reuniram nesta tarde (21/01) no plenarinho da AMREC para debater a forma que vem funcionando o projeto Recuperar, convênio com o Governo do Estado para manutenção das rodovias estaduais. Durante a reunião, o retorno das aulas presenciais também foi discutido.

O engenheiro do Consórcio Intermunicipal Multifinalitario (CIM-AMREC), Mauricio Sonego, apresentou a planilha do convênio e o cronograma de como funciona os trabalhos de tapa-buraco, sinalização, roçada e limpeza das rodovias estaduais. A previsão é encerrar o saldo do convênio, nos próximos quatro meses.

Representantes das empresas vencedoras das licitações de cada serviço também estiveram presentes na reunião, que contou com a presença dos secretários de infraestrutura de cada um dos 12 municípios. Pelo cronograma a empresa Setep, que realiza o serviço de tapa-buracos, deve seguir a realização dos trabalhos pela rodovia que liga Criciúma a Forquilhinha, e depois de Forquilhinha até a divisão com Meleiro. Os trabalhos devem seguir pela SC que liga Criciúma até Treviso, depois pela Genisio Mazzon, de Urussanga até a BR-101 e depois de Orleans até Criciúma, pela SC-108, passando por Urussanga a Cocal do Sul.

Já a empresa que cuida da parte de limpeza das canaletas e roçada, anunciou que reforçou as frentes de trabalho, colocando três equipes, para dar celeridade nos trabalhos, já que pela época do ano, a vegetação crescer mais rápido.

Volta as aulas

A presidente do Colegiado Educação e secretaria de Educação de Orleans, Maira Regina Luiz, apresentou as datas definidas pelos munícipios em reunião do Colegiado realizado na quarta-feira, dia 20. O Coordenador Regional da Defesa Civil, Rosinei da Silveira, também esteve presente na reunião alertando os prefeitos sobre as normas e decretos que devem ser seguidos. Ela tratou da pesquise que iniciou essa semana na maioria dos municípios, para saber das vontades dos pais dos alunos, e o quantitativo dos alunos que farão aulas presenciais para que o município possa se preparar, organizando logística de transporte e os horários de atendimento.

“Um termo de responsabilidade deve ser assinado pelos pais e renovado a cada 15 dias, caso decidam por manter o aluno em casa”, explicou. Os municípios adotaram a forma hibrida, onde aluno deve ficar parte do tempo em aulas remotas e parte do tempo em aulas presenciais.

No dia 10 de fevereiro acontecerá a segunda reunião do colegiado onde serão tratados detalhes de logísticas e organização para o retorno previstos.

Retorno das atividades escolares

Notícias Relacionadas

Homem é assassinado na beira da praia, em Balneário Gaivota

Até o momento não há informações sobre idade e identidade da vítima

Coronavírus em SC: Matriz de Risco aponta 14 regiões no nível alto e três no moderado

As regiões em risco alto são Carbonífera, Extremo Oeste, Extremo Sul Catarinense, Foz do Rio Itajaí, Grande Florianópolis, Laguna, Médio Vale do Itajaí, Meio Oeste, Nordeste, Oeste, Planalto Norte, Serra Catarinsnse, Vale do Itapocu e Xanxerê

Garçons salvam banhista de afogamento em praia de Balneário Camboriú

Socorristas chegaram na sequência e continuaram protocolo de reanimação, que funcionou

Carro vai parar dentro do rio em SC minutos após sair de oficina

Apesar do prejuízo, ninguém ficou ferido com gravidade