Geral

Prefeitura de Criciúma apresenta Plano de Vacinação contra a Covid-19

Seguindo orientações do Ministério da Saúde, o município tem a expectativa de iniciar a vacinação entre esta segunda-feira (18) e quarta-feira (20). Criciúma prevê o recebimento de até seis mil doses

Divulgação

Criciúma define o Plano de Vacinação contra a Covid-19. A expectativa é iniciar a vacinação na próxima quarta-feira (20), mas podendo ser iniciada ainda nesta segunda-feira (18), dependendo da definição do Ministério da Saúde. O município prevê o recebimento de seis mil doses, que imunizará três mil pessoas. O plano municipal foi apresentado pelo prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, pelo vice-prefeito de Criciúma, Ricardo Fabris, e pelo secretário municipal de Saúde, Acélio Casagrande, por meio de uma live nas redes sociais na manhã desta segunda-feira.

“O dia de ontem foi para comemorar a vitória da ciência, a vitória do bom senso. A vacina está chegando de acordo com aquilo que foi preconizado pelo Ministério da Saúde”, comentou o prefeito. “Não sabemos ao certo a quantidade, mas temos que fazer uma conta. A população brasileira é de mais ou menos 215 milhões de habitantes e de Criciúma é de 215 mil habitantes. Sempre corta três zeros, tem 6 milhões de vacinas, corta três zeros, para Criciúma, pela conta, são 6 mil doses, se o critério for a população”, explicou Salvaro.

Na primeira fase, está estabelecido profissionais da saúde, idosos acima de 75 anos, idosos que estão em asilos e indígenas. Em Criciúma, a estimativa é de seis mil trabalhadores da saúde, 7.838 pessoas acima de 75 anos, 150 pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas. “Só no primeiro grupo que teríamos que vacinar, nós precisaríamos no mínimo de 15 mil doses, mas não temos. Nós vamos receber no máximo 6 mil doses. Só temos que definir as prioridades das prioridades para não errar. Os profissionais da saúde que estão na linha frente são aqueles que estão atendendo os pacientes que são sintomáticos”, ressaltou o secretário municipal.

No último domingo (17), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial de 6 milhões de doses da CoronaVac, produzidas pelo laboratório Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan. O Estado de Santa Catarina receberá 126.560 doses.

Preparação para a vacinação

Além disso, a Prefeitura de Criciúma conta com 12 mil seringas, 37 mil agulhas e 40 câmaras frias para armazenar as vacinas. Ainda por meio do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Amrec (Cisamrec), será feito a compra de mais 250 mil seringas e agulhas.

O município também conta com 45 salas de vacinação. “Temos uma rede frio segura, câmaras, geradores, veículos refrigerados preparados para o transporte das vacinas. Temos mais de 60 vacinadoras, cada sala tem entre três e quatro profissionais capacitados para realizar a vacinação”, afirmou a técnica em Enfermagem do Setor de Imunização do município, Kelli Barp Zanette.

Notícias Relacionadas

Escolinha de Iniciação Esportiva Esucri: inscrições gratuitas

Projeto visa incentivar a prática de atividades físicas por meio do esporte

São Ludgero registra duas mortes por Covid-19 em menos de 24 horas

Até ontem, terça-feira, 15 de junho, São Ludgero tinha confirmado 2.778 casos, 102 ativos, 2.643 recuperados, 39 suspeitos e 5.510 exames descartados

Prefeitura de Criciúma deve entregar novas UBSs em quatro bairros

Objetivo é garantir um atendimento ainda mais humanizado e acessível à população, com nova infraestrutura e equipamentos

Festival de Música Satc com inscrições abertas

Podem participar alunos de todas as escolas e faculdades da região Sul de Santa Catarina