Geral

Prefeitura de Criciúma recupera mais de R$ 8 milhões com o Refis

Ao todo, foram 1.846 acordos firmados. O recurso será usado para área da Saúde

Divulgação

O Programa de Recuperação Fiscal (Refis), promovido pela Prefeitura de Criciúma, recuperou R$8.060.000,00 em dívidas do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), do Imposto Sobre Serviços (ISS), entre outras receitas. Deste valor, R$ 3.100.000,00 já foram quitados e R$ 4.460.000,00 estão com parcelamentos a vencer. Até a última quinta-feira (30), os contribuintes tiveram a oportunidade de quitar seus débitos municipais com até 50% de desconto em juros e multas.

Ao todo, em um mês de iniciativa, foram firmados 1.846 acordos com 1.448 contribuintes. “Foi um número muito positivo, pois tínhamos uma expectativa de arrecadar R$ 5 milhões e passou dos R$ 8 milhões. Os cidadãos conseguiram aproveitar a oportunidade para limpar seus nomes”, ressaltou o secretário municipal da Fazenda, Celito Cardoso.

De acordo como secretário, os recursos arrecadados com o Refis serão direcionados para os serviços de Saúde. “Com a retomada de todos os procedimentos da saúde e com este valor, a Secretaria de Saúde poderá melhorar o seu planejamento de atendimento à população, trazendo maior conforto e acelerando os atendimentos represados por conta das restrições impostas pela pandemia”, completou.”, completou.

Notícias Relacionadas

Ciclofaixa ganha destaque em Braço do Norte

De acordo com o prefeito, Beto Kuerten Marcelino, uma das metas estipuladas pela gestão para 2021 era acentuar o embelezamento, limpeza e sinalizações.

PRF flagra 9 toneladas a mais em uma única carreta na BR-101, em Araranguá

O excesso de peso aumenta o risco de acidentes, pois sobrecarrega o sistema de suspensão e freios do veículo.

Prefeitura de Braço do Norte injeta mais de R$ 1,4 mi com 1ª parcela do 13º dos servidores

A segunda parcela do 13° será paga em dezembro, junto com a folha de pagamento.

Coorsel e Caravana Mulher Atitude promovem 5ª edição da Noite Rosa, em Orleans

Parceria entre a cooperativa e a vereadora orleanense Mirele Debiasi e a Rede Feminina é gratuita e contará com a participação de dois palestrantes.