Geral

Prefeitura de Orleans intensifica fornecimento e qualidade da merenda escolar

Na rede municipal de ensino de Orleans são atendidos pelo programa cerca de 1.945 alunos matriculados na educação infantil ensino fundamental.

Fotos: Divulgação

Com a intenção de manter a qualidade no fornecimento dos gêneros alimentícios destinados a atender o Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE e não deixar faltar o abastecimento de alimentos em nenhuma unidade da rede municipal de ensino de Orleans, a Administração Pública está intensificando o trabalho de monitoramento dos itens que fazem parte da alimentação escolar.

O objetivo é controlar a qualidade no fornecimento dos serviços, conforme prevê a determinação do prefeito, Jorge Koch. A ação de monitoramento está sendo executada pelo nutricionista da secretaria de Educação, Marlon Martins Freitas. Os trabalhos de abastecimento da alimentação escolar estão sendo normalizados de forma sucessiva nas escolas e Centros de Educação Infantil do município.

Fotos: Divulgação

De acordo com o nutricionista, a entrega dos alimentos segue rigorosamente o cronograma de distribuição dos fornecedores que obedecem a uma logística. O mesmo conta ainda que, os educandários recebem semanalmente unidades como: ovos, açúcar, extrato de tomate, milho, biscoito, leite e temperos, carne, amido, massas de vários tipos, oleio vegetal, sal, queijo, pão, suco de frutas, frutas e legumes. Cabe frisar que além disso é ofertado produtos diferenciados para crianças que contém necessidades nutricionais especiais tais como: intolerância lactose e doenças celíaca.

Conforme explica o nutricionista, as Escolas Municipais e Centros de Educação Infantil recebem mensalmente os seguintes itens: pão caseiro 400 kg, banana 800 kg, feijão 300 kg, ovos 420 dúzias, leite 5mil litros, arroz branco e amarelo 700 kg, carne em cubos e moída 750 kg, 825 kg de frango, maçã 800 kg, bolacha caseira 240 kg, açúcar 210 kg e óleo vegetal 200 litros.

Na rede municipal de ensino de Orleans são atendidos pelo programa cerca de 1.945 alunos matriculados na educação infantil (creche e pré-escola) ensino fundamental (1ª ao 9ª, e EJA (Educação de Jovens e Adultos).

A legislação do programa determina que estados e municípios devam aplicar pelo menos 30% dos recursos repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a alimentação escolar na chamada pública de gêneros alimentícios produzidos pela agricultura familiar. Como forma de incentivo e valorização a agricultura familiar o Governo de Orleans adquire anualmente cerca de 60% da alimentação local.

Isso faz com que os alunos tenham acesso a alimentos naturais, de qualidade, frescos e ricos em vitaminas e sais minerais.
No município de Orleans, fazem parte deste processo 10 produtores e 1 cooperativa, que distribuem mais de 20 produtos oriundos da agricultura familiar.

O secretário de Educação, Lindekson Resin, afirma que vai continuar atuando de forma comprometida com a legalidade para manter a qualidade no fornecimento da merenda escolar em toda a rede municipal de ensino.

“Tenho convicção que a alimentação é um direito básico do aluno durante a sua permanência na escola. Entendo que uma alimentação nutritiva contribui expressivamente para a aprendizagem e rendimento escolar. Nossos alunos merecem uma educação fortalecida. Por isso vamos dar continuidade nos trabalhos para consolidar a qualidade do cardápio nos educandários do nosso município”, pontuou Resin.

Colaboração: Edivaldo Lubavem – Assessor de Comunicação da Prefeitura de Orleans

Notícias Relacionadas

Apoio ao candidato Vitorassi para eleição da Coorsel se intensifica durante reuniões com associados

Na noite de hoje (16), às 19h30min, os associados da comunidade de São Gabriel são convidados a participarem do encontro com os candidatos, em Treze de Maio.

Ex-secretário de Administração de Orleans e empresa tem bens bloqueados

Segundo o Ministério Público, Eduardo Bertoncini era responsável pela pasta na gestão do ex-prefeito Marco Antônio Bertoncini Cascaes

Tribunal de Justiça autoriza prefeitura a retomar obras da passarela em frente à Unisul, em Tubarão

Iniciada em fevereiro, a construção da passarela precisou ser interrompida por alguns dias ainda no primeiro semestre por conta da ação judicial de uma empresa inabilitada no processo de licitação.

Índices de crimes caem bruscamente em Orleans

Segundo dados divulgados pela Polícia Civil, houve redução de 300% dos crimes de roubo e quase 30% do número de furtos.