Saúde

Prefeitura de São Ludgero repassará R$ 110 mil para a Rede Feminina de Combate ao Câncer

Para o prefeito de São Ludgero, Ibaneis Lembeck, o Iba, a entidade realiza um trabalho exemplar, com as voluntárias, e é merecedora do apoio financeiro

Divulgação

Com o objetivo de auxiliar na manutenção das atividades desenvolvidas pela Rede Feminina de Combate ao Câncer, a Prefeitura de São Ludgero, após aprovação pelos vereadores, repassará durante o ano de 2021 o valor total de R$ 110.000,00. O Termo de Colaboração nº 003/2021 para o repasse foi celebrado às 8 horas de hoje, quinta-feira, 25 de março, no Gabinete do Prefeito.

O recurso, que é originário do Fundo Municipal de Saúde, será repassado em 10 parcelas de R$ 11.000,00. A Secretária de Saúde, Nilva Schlickmann Pickler, diz que a Rede Feminina é uma grande parceria da saúde no município. Para o prefeito de São Ludgero, Ibaneis Lembeck, o Iba, a entidade realiza um trabalho exemplar, com as voluntárias, e é merecedora do apoio financeiro. “O trabalho realizado pelas meninas da Rede Feminina, preventivo e de acompanhamento, é digno de elogio e referência positiva”, pontua. A presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer, Tânia M. M. Füchter, durante o ato agradeceu e enfatizou que a atual gestão municipal ao longo dos últimos anos está sendo uma grande parceria.

Também prestigiaram a assinatura o Secretário de Administração, Finanças e Planejamento, Léo Füchter, o vice-presidente da Câmara de Vereadores de São Ludgero, Valcemir Villani, no ato representando o presidente Jairo Borges e todos os vereadores, e tesoureira da Rede Feminina, Jadna Loch Schlickmann.

Rede precisa da adesão de mais voluntárias – A presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer, Tânia M. M. Fücher, disse durante o ato de assinatura que a entidade precisa da adesão de mais mulheres para que o bom trabalho continue sendo realizado no futuro. “Nós temos uma preocupação futura com a Rede. Precisamos da adesão de mais mulheres que desejam realizar um trabalho voluntário ao próximo, para que as ações continuem acontecendo. Podem participar mulheres a partir dos 18 anos”, enfatizou.

Notícias Relacionadas

Em agenda na capital, prefeito garante mais de R$ 600 mil de recursos para Cocal do Sul

Nesta terça-feira, dia 13, Fernando de Fáveri esteve na capital em busca de pleitos ao município

Legislativo: Vereador Nél propõe que ele e Gaguinho doem três meses de salário ao hospital

Enquanto o presidente falava, o vereador Ronaldo prontamente respondeu: "Fechado". Alegando "questão de ordem", ele tentou fazer uso da palavra, mas sem sucesso

Vereadores de Lauro Müller denunciam perseguição, assédio e pagamento de gratificação indevida

Em sessão acalorada, vereadores de oposição explanaram sobre fatos envolvendo o Poder Executivo e cobraram justificativa

Menino de 12 anos golpeia pai com facão para defender mãe de agressão no Oeste de SC

Segundo a polícia, o pai do adolescente chegou bêbado em casa e tentou agredir a esposa