Poderes Municipais

Prefeitura de Tubarão apresenta projeto de novas obras

A execução depende, no entanto, de uma série de trâmites burocráticos para o financiamento, que passa, ainda, pela aprovação da Câmara de Vereadores.

Divulgação

Um pacote com projetos de novas obras para o município de Tubarão, que contempla, inclusive, duas pontes na cidade e pavimentações de diversas vias, foi apresentado ontem à noite na sede da Amurel. A execução depende, no entanto, de uma série de trâmites burocráticos para o financiamento, que passa, ainda, pela aprovação da Câmara de Vereadores.

O vice-prefeito Caio Tokarski fez a apresentação geral dos projetos, divididos em módulos, que fazem parte do Programa de Integração da Mobilidade – Proinfra. Através destas obras, o programa Tubarão 180º poderá definitivamente começar a virar realidade. As obras devem ser feitas com recursos de financiamentos da Caixa – Finisa (R$ 30 milhões) e do Fonplata (R$ 63 milhões). São estes recursos agora que dependem de trâmites burocráticos e aprovação da Câmara para que sejam definitivamente efetivados.

Amanhã e sexta-feira, uma missão do Fonplata chega a Tubarão para verificar in loco os projetos que foram apresentados para que fosse possível pleitear os financiamentos. “Cumprimos uma série de exigências do banco para que pudéssemos nos habilitar a receber estes recursos, desde pagamentos de precatórios devidos, certidões negativas, até a redução de custos. Foi um trabalho em equipe árduo, mas que certamente renderá bons frutos”, pontuou o prefeito Joares Ponticelli.

Pelo pacote apresentado, pavimentações para as ruas que dão acesso a equipamentos públicos e que fazem ligação intermunicipal, construção de duas pontes (uma, próxima à Unisul, e outra, na direção do Farol Shopping), construção de um parque municipal, continuação do parque linear, reforma e construção do terminal urbano e de pontos de ônibus na cidade foram algumas das obras apresentadas que já têm projetos prontos. “Temos todos os projetos prontos para serem executados. Só resta mesmo a aprovação dos financiamentos, para então darmos continuidade aos trâmites”, reforça Caio Tokarski.

Expectativa é iniciar obras no ano que vem

Segundo o prefeito Joares, a expectativa é de que, se aprovado, o financiamento com a Caixa saia em até 150 dias, e com o Fonplata, em outros seis meses. “Se tudo der certo, queremos estar assinando o contrato até o final do ano, para no início do ano que vem começarmos a pôr em prática os projetos. Claro que esta não será obra de um governo. É uma obra de governo. Não poderia cruzar os braços e, por medo de contrair um financiamento longo (já que levará em torno de 15 anos para o pagamento total), não fazer a cidade se desenvolver e virar protagonista, como já fomos um dia”, conclui Joares.

Com informações do Jornal Diário do Sul 

Notícias Relacionadas

Ex-secretário de Administração de Orleans e empresa tem bens bloqueados

Segundo o Ministério Público, Eduardo Bertoncini era responsável pela pasta na gestão do ex-prefeito Marco Antônio Bertoncini Cascaes

Prefeitura realiza doação de terrenos para empresas e fomenta geração de empregos em Criciúma

Localizadas no Loteamento Industrial Vila Natureza, áreas foram destinadas para duas empresas. Objetivo é a geração de empregos e renda às famílias

Tribunal de Justiça autoriza prefeitura a retomar obras da passarela em frente à Unisul, em Tubarão

Iniciada em fevereiro, a construção da passarela precisou ser interrompida por alguns dias ainda no primeiro semestre por conta da ação judicial de uma empresa inabilitada no processo de licitação.

Projeto de futuro loteamento pode render até R$ 35 milhões ao josefinos em Orleans

Decreto de utilidade pública expedido pela prefeitura pretende impedir possível especulação imobiliária de área estratégica. A intenção é adquirir o local para investimentos em educação, cultura, esporte e lazer