Geral

Primeiras-damas dos municípios da Região Carbonífera se reúnem na sede da Amrec

Primeiras-damas dos municípios da Região Carbonífera se reuniram nesta terça-feira (23), na sede da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), em Criciúma. Trocar experiências com relação aos projetos realizados nas Associações de Assistência Social de cada município, bem como organizar o 5º Encontro das Monitoras dos Clubes de Mães da Amrec em 2013, foram os principais objetivos do encontro. O convite partiu da presidente da Associação dos Clubes de Mães de Forquilhinha, primeira-dama Marilda Casagrande Alexandre.

Logo no início da reunião, as primeiras-damas ou suas representantes se apresentaram e explicaram o funcionamento das associações em seus municípios. Cada uma contou um pouco sobre os projetos desenvolvidos nos clubes de mães e idosos, como a confecção de fraldas geriátricas e artesanatos diversos. “Fiquei bastante contente, porque todas puderam tirar dúvidas comuns e percebi que saíram mais leves. O objetivo era esse: uma aprender com as experiências da outra, até porque sabemos que o início de mandato é complicado”, salientou Marilda.

A primeira-dama de Criciúma, Izabel Cristina Grijó Búrigo, falou com emoção sobre o trabalho desenvolvido na Afasc. “Nosso envolvimento é muito grande, mas é um trabalho muito gratificante e gostoso. Faço isso pela cidade e tenho muito orgulho de trabalhar por Criciúma”, ressaltou, enaltecendo a importância da troca de ideias entre as primeiras-damas. Para Marilda, foi uma ótima integração, tanto que as participantes já marcaram a segunda reunião, que será realizada dentro de dois meses. “Todas estão de parabéns por serem mulheres fortes e guerreiras que participam da Administração Municipal, sempre apoiando os prefeitos”, salientou Marilda.

Na ocasião, foi informado que o 5º Encontro das Monitoras dos Clubes de Mães da Amrec será realizado dia 04 de outubro, às 9 horas, em Forquilhinha. “Cada monitora poderá levar amostras de trabalhos de artesanatos para exposição. Com essa troca, surgem várias ideias e sugestões interessantes que podem ser muito bem aproveitadas”, explicou Marilda. Segundo ela, artesanatos diferenciados são apresentados nestes encontros, como bonecas de pano, toalhas de saco e outros trabalhos de patchwork. Na mesma data, no período da tarde, haverá o tradicional Baile da Terceira Idade.

Diene Lemos/Assessoria de Imprensa da Amrec

  • 988e6f53e2e71f92649d61cac6783675
  • p1806vvfcc1veq78t1e9aulplta3
  • p1806vvfcc1c6v11uau39na61s574
  • p1806vvfcc108f12r61t9ct21sh55