Geral

Processos de metamorfose da borboleta na aula da turminha do Infantil Satc

Alunos puderam observar o desenvolvimento do inseto e esclareceram as dúvidas

Divulgação

Ela voa muito rápido? O casulo é feito do que? Como ela faz o casulo e depois sai se não tem mão? Essas e outras perguntas povoam as cabecinhas da turma do Infantil V do Colégio Satc. E os alunos puderam fazer todas para a professora de Ciências Fabiani Cichella.

“O casulo é formado de coisas que a lagarta encontra ao seu redor, pedacinhos de galhos, folhas, plumas. Se a gente pudesse sentir veria que ele parece um papel”, explicou a professora Fabiani. Trazendo em vidros casulos e uma borboleta, ela mostrou com figuras os processos de evolução do inseto, que desperta tanta curiosidade nas crianças.

A atividade foi mais uma desenvolvida com a turminha do Infantil V dentro do projeto “Borboletear”, pela professora Josiane da Silveira dos Santos e pela auxiliar pedagógica Suelen Luiz Marcelo. “Trabalhamos todo o processo de evolução da borboleta e sua importância para o meio ambiente. As crianças adoram”, conta a professora Josi.

Notícias Relacionadas

Coorpermila empossa novo Conselho Administrativo e o novo Conselho Fiscal

Posse foi realizada no auditório da Cooperativa no fim da tarde desta quinta-feira (21)

Prefeito de Bom Jardim da Serra quer intensificar parceria no turismo com Lauro Müller

O objetivo é desenvolver o turismo local, que tem como principal atrativo a Serra do Rio do Rastro, que liga os dois municípios

Santa Catarina registra totais elevados de chuva; estado é de atenção até sexta-feira

Houve registro de alagamentos e deslizamentos devido ao solo encharcado

Prefeito de Braço do Norte assina convênio de R$ 2 milhões para construção dos leitos de UTI do HST

A solenidade ocorreu na manhã desta quinta-feira, 21, no auditório do Siscoob, e também contou com a presença do deputado federal Ricardo Guidi, do vice-prefeito, Ronaldo Fornazza e do presidente do HST, Pedro Michels Neto.