Geral

Procon e CDL de Criciúma alertam sobre obrigatoriedade de preços em vitrines

Somente em 2017 foram realizadas mais de 1.600 fiscalizações em estabelecimentos varejistas e palestras educativas para os comerciantes para maior detalhamento das obrigações legais.

Foto: Divulgação

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Criciúma, com apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma, está reforçando aos lojistas a orientação quanto a correta afixação de preços de produtos e serviços.

Somente em 2017 foram realizadas mais de 1.600 fiscalizações em estabelecimentos varejistas e palestras educativas para os comerciantes para maior detalhamento das obrigações legais. O Procon constantemente realiza ações de fiscalização no comércio criciumense e, constatando a não adequação as exigências, irá notificar e multar as lojas.

Além da questão relativa à exposição dos valores dos produtos com precisão e clareza, as entidades reforçam a obrigatoriedade de que todos os estabelecimentos comerciais tenham disponíveis um exemplar do Código de Defesa do Consumidor, bem como a divulgação do telefone e endereço do Procon.

Colaboração: Fernanda de Maman – Alfa Comunicação Empresarial

Notícias Relacionadas

Procon e lojistas de Orleans lançam projeto para colocação de preços nas vitrines

Kalinka Mazzucco – Arquitetura e Engenharia inaugura novo espaço para concretizar sonhos

Escritório especializado em criar espaços e projetos personalizados na área da construção civil foi inaugurado nesta terça-feira (13) em Cocal do Sul.

Deputado Comin homenageia o prefeito Valdir Fontanella na Comenda do Legislativo

Entre os motivos da escolha estão à história de vida familiar humilde, o espírito empreendedor, a pessoa de bem e o homem público que é um exemplo a ser seguido.

Taxa de preservação ambiental começa a valer a partir desta quinta em Bombinhas

A taxa é computada na entrada da cidade por meio da leitura da placa do veículo e vale por 24 horas. Durante o período, é possível sair e entrar de novo sem pagar novamente.