Geral

Procon/SC dá dicas para o consumidor aproveitar os descontos da Black Friday

Com a chegada da Black Friday nesta sexta-feira (27), é importante reforçar os cuidados na hora de realizar as compras.

Divulgação

Com a chegada da Black Friday nesta sexta-feira (27), é importante reforçar os cuidados na hora de realizar as compras. O Procon/SC, uma diretoria da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), preparou uma série de dicas para tranquilizar e orientar os consumidores, a fim de evitar fraudes ou que clientes sejam lesados.

A primeira dica é pesquisar bem, para evitar comprar em lojas que elevam os preços antecipadamente para depois oferecer o desconto. Se houver aumento de preços, eles terão que ser justificados pelos estabelecimentos.

“Caso seja constatada a fraude, por ferir o Código de Defesa do Consumidor, a empresa poderá ser autuada por propaganda enganosa, além de não cumprimento da oferta e aumento de preços sem justificativa”, explicou o diretor do órgão, Tiago Silva.

É importante lembrar que a atuação do Procon/SC será de maior eficiência com a ajuda do consumidor. Caso flagre algum tipo de fraude ou propaganda enganosa, o cidadão deve comparecer ao Procon, levando os documentos pessoais e um que comprove a fraude, seja uma nota fiscal ou imagem, para abrir uma reclamação. Também é possível fazer a reclamação no site www.consumidor.gov.br.

Dicas do Procon para aproveitar a Black Friday:

  • Antes da Black Friday, acompanhe os preços dos produtos/serviços que deseja adquirir, anote preços e guarde as informações da sua pesquisa (telas, folhetos), incluindo site e data da pesquisa. Assim, caso haja fraude, você terá como comprovar.
  • Cuidado com compras de sites estrangeiros, as regras do Código do Consumidor não se aplicam se o site não tiver representantes no Brasil.
  • Consulte sempre a página oficial da loja.
  • Verifique a reputação do fornecedor.
  • O consumidor que realizar a compra pela internet ou telefone terá direito ao prazo de arrependimento, que é de sete dias a partir da entrega do produto. Neste caso, o consumidor pode devolver o produto e receber o dinheiro de volta.
  • Nenhuma empresa é obrigada a realizar a troca caso não haja dano no produto. Por isso, verifique antecipadamente a política de troca da loja.

Notícias Relacionadas

Proposta de participação de agricultores de SC no Programa de Aquisição de Alimentos foi aprovada pelo governo federal

Secretaria de Saúde programa plano operacional da vacinação contra a Covid-19 em Lauro Müller

A vacinação vai iniciar com idosos acima de 75 anos e profissionais de saúde, no primeiro momento. A partir daí novas etapas serão realizadas com outras idades e grupos

Polícia Civil de Criciúma finaliza investigação por roubos e homicídio e um homem é preso

Os investigados, 24 e 23 anos, são apontados como autores de roubo contra um taxista no bairro Presidente Vargas em Içara

Prefeitura de São Joaquim efetiva 43 novos professores na rede municipal

Na ocasião foram chamados 43 novos professores da educação infantil, do pré-escolar e dos anos iniciais