Segurança

Professora de Lauro Müller morreu asfixiada, aponta IML

Débora Espíndola de 35 anos foi encontrada morta nesta quarta (02) pelo filho, dentro de casa no distrito do Guatá.

Foto: Arquivo pessoal/Facebook

O Instituto Médico Legal – IML apontou que a professora Débora de Oliveira Espíndola de 35 anos morreu por “asfixia mecânica” ou asfixiada. A moradora do distrito do Guatá foi encontrada morta em casa na manhã desta quarta-feira (02).

O filho de 18 anos estranhou a ausência da mãe que sempre estava acordada neste horário, quando foi até a residência e a encontrou. Segundo informações, ela estava deitada no chão, ao lado de uma mesa. Próximo dela, um fio.

A causa da morte da professora é tratada inicialmente pela Polícia Civil como suicídio, mas há dúvidas. O laudo apresentado pelo IML se juntará com os demais exames solicitados durante a perícia e informações coletadas na investigação.

“Recolhemos o máximo de informações e ouvimos algumas pessoas. Acreditamos que na próxima semana, já tenhamos o resultado de outros exames que apontarão se houve agressão contra a vítima e uma morte forjada a partir de um ato criminoso. Por enquanto, tratamos o caso como suicídio”, afirma a delegada da Polícia Civil de Lauro Müller, Juliana de Freitas Zappelini.

Débora era professora no Centro de Educação Infantil Irani Vargas, no Bairro Cairú. Pelas redes sociais, amigos e familiares se despediam da professora.

 

Notícias Relacionadas

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Lauro Müller terá central para tirar dúvidas quanto à movimentação do FGTS Saque Calamidade

Para o atendimento presencial é preciso seguir as normas de segurança e higiene frente a pandemia de Covid-19, com uso de máscara, distanciamento de (ao menos) 1,5 metro entre cada pessoa e uso de álcool em gel.

Eleições 2020: Com possibilidade de chapa pura, PDT quer oferecer opção ao eleitor de Lauro Müller

O presidente do partido, Manoel Jades Izidoro, falou com exclusividade sobre os preparativos para as eleições municipais.

Idosos da Inclusão Digital e Alfabetização de Lauro Müller escrevem cartas contando cotidiano durante pandemia

O acompanhamento feito aos idosos integrantes do programa é feito pelo Governo do Município, através da Secretaria de Assistência Social de Lauro Müller e do Centro de Referência em Assistência Social (Cras).