Esporte

Professores de karatê de Criciúma participam de curso para capacitação de novos árbitros e técnicos

Curso foi realizado nesse fim de semana em Joinville

Divulgação

Durante o fim de semana dez professores de karatê da Fundação Municipal de Esportes (FME) de Criciúma participaram, em Joinville, de um curso para o credenciamento de novos árbitros e técnicos que atuam em competições da modalidade.

De acordo com o coordenador da modalidade na FME Criciúma, João Candido, o curso é ministrado todos os anos e desta vez Criciúma foi a maior delegação participante. “Estamos muito felizes de poder credenciar todos os nossos professores e alguns atletas. Eles poderão atuar em competições de nível regional, estadual e até nacional”, explicou.

“Além de dar a oportunidade para novos técnicos, a capacitação serviu ainda como uma reciclagem para que todos sempre estejam alinhados às novas regras e instruções da modalidade”, completou Candido.

Segundo o presidente da FME Criciúma, Neto Uggioni, os professores da modalidade estarem alinhados e disponíveis para atuarem como árbitros é de extrema importância para o município. “Estamos colocando nossos professores à disposição de novas competições. Além de oportunizar que eles reciclem o conhecimento e estejam com a melhor capacitação para as aulas”, enfatizou.

Notícias Relacionadas

Repetição de incêndios às margens da BR-470 em SC intriga comunidade

Fogo em vegetação às margens da rodovia federal mobilizam bombeiros quase que diariamente nos últimos dias

Grave acidente deixa duas pessoas feridas na BR-470 em SC após veículo colidir em muro

O caminhão invadiu a pista contrária e colidiu no muro após o freio travar; uma caminhonete bateu na frente da carreta.

Homem com mandado de prisão ativo é detido em Criciúma

A Polícia Militar realizava patrulhamento de rotina no bairro Vila Manaus quando avistou o indivíduo com atitudes suspeitas

Alunas denunciam professor de karatê por crime de estupro em Içara

Boletins de ocorrência já foram abertos e o caso já está sendo investigado pela Polícia Civil