Saúde

Profissionais da Educação que apresentarem sintomas de Covid-19 serão encaminhados ao Laboratório Municipal de Criciúma

Testes nos trabalhadores continuam. Aqueles que apresentarem sintomas precisarão fazer o teste de antígeno (cotonete)

Divulgação

Os profissionais da Educação da rede pública e privada já começaram a realizar os testes rápidos em Criciúma. A Secretaria Municipal de Saúde está encaminhando os trabalhadores que apresentarem sintomas de Covid-19 ao Laboratório Municipal para fazer o teste de antígeno (cotonete). Na última sexta-feira (5), 181 profissionais já passaram pela testagem.

“A equipe que está nas escolas vai pegar o nome e o telefone para estar agendando. Até o momento, ninguém apresentou sintomas. Tiveram exames com IgG (já entrou em contato com vírus no passado) e IgM (está ou esteve recentemente infectado), mas todos estão liberados para o trabalho”, ressaltou a coordenadora do Laboratório Municipal de Criciúma, Andréa Goulart de Oliveira.

A Secretaria Municipal de Educação está recebendo a quantidade de trabalhadores por unidade privada para incluir na logística. O objetivo é para avaliar o grau de contato com o coronavírus e o nível de imunidade entre os professores, equipe diretiva e profissionais das unidades. As duas equipes da Saúde estão passando nas escolas para realizar as coletas. A expectativa é coletar 150 amostras de manhã e 150 no período da tarde.

Notícias Relacionadas

Polícia Militar reforça Operação contra a Pandemia na Região

A 8ª Região de Polícia Militar, com sede em Tubarão recebeu o total de 60 policiais militares

Bombeiros combatem incêndio em veículo em Lauro Müller

Ocorrência foi registrada por volta das 6h30 desta sexta-feira (26)

Primeiro caso de covid-19 no Brasil completa um ano

Linha do tempo mostra enfrentamento da pandemia no país.

Coronavírus em SC: Governo do Estado decreta fechamento de atividades não essenciais durante fim de semana

A decisão é mais uma medida do Executivo estadual para reforçar o enfrentamento ao coronavírus em um momento de agravamento da situação sanitária em Santa Catarina.