Geral

Programa Juro Zero MEI bate recorde de crédito em dezembro, após chuvas em SC

Foram mais de R$ 16,4 milhões contratados, valor 140% acima da média do ano, de acordo com o Governo

Foto: Ricardo Wolffenbüttel, Divulgação

O programa de incentivo Juro Zero, destinado a Microempreendedores Individuais (MEI), bateu recorde de empréstimos em dezembro de 2023. Foram mais de R$ 16,4 milhões contratados, valor 140% acima da média do ano, segundo informações divulgadas pelo Governo de Santa Catarina.

Pelo programa, o microempreendedor pode solicitar até duas parcelas de R$ 5 mil, podendo pagar em sete parcelas iguais. A oitava, correspondente aos juros, e é paga pelo Governo do Estado.

No início de dezembro, na esteira das chuvas que atingiram o Estado, o Governo liberou uma terceira parcela para pessoas localizadas em municípios em Situação de Emergência ou Estado de Calamidade Pública.

Em dezembro, foram realizadas 3.367 operações, das quais 1.766 foram de terceira operação. A Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) é a principal repassadora de recursos para as Instituições de Microcrédito, responsáveis por operacionalizar o Programa em todo o Estado.

— O volume financeiro também foi recorde histórico do Programa e mostra como o socorro do Governo a esses empreendedores foi efetivo — explicou o presidente do Badesc, Ari Rabaiolli.

Para solicitar o terceiro crédito, basta procurar uma das Instituições de Microcrédito participantes do Programa até dia 8 de abril. Neste link é possível consultar quais são as instituições e o município de abrangência.

Com informações do NSC Total

Notícias Relacionadas

Retorno da chuva? Após semana tranquila, tempo bom está com os dias contatos em SC

O fim de semana em SC traz uma variação de temperaturas, pois entre o sábado e o domingo podem ocorrer pancadas de chuvas em determinadas regiões

Criciúma cede o Majestoso mais uma vez ao Internacional

Jovem é preso por envolvimento em furto de motocicletas em revenda de Criciúma

O investigado já tinha sido preso por crime semelhante em 2023.

MEC aceita revogar portaria se professores de federais acabarem greve

Norma eleva carga horária mínima de docentes