Geral

Projeto I9 incentiva alunos do Colégio Satc a buscarem soluções para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Turmas do 1º ano desenvolveram protótipos de aplicativos na disciplina de Tecnologias Aplicadas visando propostas inovadoras

Divulgação

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estão em pauta no Colégio Satc desde 2017, ano em que a instituição se tornou signatário do “Movimento ODS Santa Catarina”. Assumindo o compromisso de mobilizar as pessoas para contribuírem com a melhoria da qualidade de vida da população, que alunos foram incentivados a buscarem soluções para as necessidades listadas pelo pacto global. A partir do projeto I9, as turmas do 1º ano do ensino médio foram desafiadas a desenvolverem protótipos de aplicativos (Apps) que pudessem sanar um os problemas que assolam a sociedade mundial.

Além de propor uma temática social, sustentável e econômica, a iniciativa busca incentivar os estudantes a pensarem em soluções de forma empreendedora. “Queremos que nossos alunos pensem também no futuro do planeta e que possam contribuir com ideias inovadoras e criativas. As tecnologias são ótimas aliadas à criação de novas possibilidades e por isso, esse ano propomos o desenvolvimento de Apps, que futuramente possam sem transformados em startups”, explica a professora, Daniela Scott.

Como novidade, o projeto teve uma parceria com o Centro Tecnológico Satc (CTSatc), onde durante as apresentações dos aplicativos, alguns projetos foram destacados por terem potencial de mercado. “Foi bem importante ter esse envolvimento dos alunos com o CTSatc, pelas turmas de 1º ano já estarem conhecendo toda a construção do nosso ecossistema de inovação e de saberem que a Satc proporciona isso para eles. Foi incrível ver o empenho dos estudantes em fazer algo que realmente seja muito bem feito, planejado e executado”, destaca o host do Colearning Satc, Vicente Varela de Oliveira.

Com a abordagem das temáticas de 11 dos 17 ODS, sete projetos se destacaram. Com proposições ainda em fase inicial, as equipes participarão do Incuba Júnior, estruturando as propostas e visando um potencial de negócio.

A novidade é que estudantes do ensino médio poderão dar início às suas startups. “Para 2022, os alunos precisarão planejar os Apps deles a partir de materiais que já entregamos, para se inscreverem novamente para a banca e exporem as propostas reformuladas, a fim de que possam dar continuidade e ser o início de uma startup”, pontua Daniela.

Notícias Relacionadas

Ex-prefeito de Criciúma é preso após perseguição policial

Márcio Burigo, posteriormente identificado, desobedeceu a ordem legal dos policiais e se evadiu por cerca de dois quilômetros

Filezão: diversos celulares são furtados durante o evento; organizador é notificado por conta da aglomeração

O evento reuniu milhares de pessoas.

Rayssa Leal e Lucas Rabelo são os campeões da etapa de Criciúma do STU National

Maranhense e cearense largam na frente no circuito brasileiro 2022, iniciando o ano como terminaram 2021: com título

Três mulheres ficam feridas em acidente no centro de Cocal do Sul

O acidente aconteceu na rua Edson Gaidzinski