Poder Legislativo

Projeto que veda participação de vereador em cargo do Município é rejeitado

Projeto que veda participação de vereador em cargo do Município é rejeitado

Foto: Daniela Savi / Comunicação Câmara de Vereadores de Criciúma

O Projeto de Emenda à Lei Orgânica PELO/LEG/3/17 que proíbe que vereadores assumam cargos públicos, inclusive de secretários do Município, sem renunciar ao mandato, foi rejeitado na sessão dessa segunda-feira (25) com 10 votos a favor e seis contra.

A matéria precisava de 12 votos para ser aprovada. O texto estava tramitando na Casa desde julho, e havia sido adiado para votação, por três vezes. A vereadora Camila Nascimento (PSD) não estava na sessão. Durante sua defesa, o vereador Ademir Honorato (PMDB) reafirmou que não quer oferecer mudança no Estado e no Governo Federal, mas sim no Município.

“Se o vereador foi eleito para tal, deve assumir o cargo. Vamos fazer a vontade do povo, fazer aquilo ao qual fomos eleitos. Vamos legislar para o povo, e não em benefício próprio. O povo, nas ruas, está pedindo. Vamos servir de exemplo, manter nosso mandato, e começando por aqui. Temos que mostrar o porquê de estarmos aqui. Isso vai melhorar a nossa cidade, aumentar a fiscalização”, frisou o autor do projeto, antes de ir à votação. Honorato lembrou ainda que vários municípios já aprovaram esse projeto, e outros estão discutindo.

Colaboração: Daniela Savi / Comunicação Câmara de Vereadores de Criciúma

Notícias Relacionadas

OS Criciúma está concorrendo em concurso nacional de Boas Práticas

Concurso reúne vários Observatórios Sociais do Brasil e cada um concorre com alguma boa prática executada.

Reunião discute medidas para reduzir filas nas agências bancárias, em Içara

Conselhos Municipais e fim de recesso parlamentar marcam sessão da Câmara de Vereadores de Cocal do Sul

Sessão desta terça-feira (10), contou ainda com a votação e aprovação de cinco indicações e três requerimentos de interesse da população sulcocalense.

Câmara de Vereadores de Orleans homenageia mulher mais idosa e vice-campeão brasileiro de xadrez

Com 106 anos a senhora Nilza Machado Agostinho e o atleta Gustavo Laurentino Galvani receberam o reconhecimento do Legislativo orleanense.