Trânsito

Projeto readequado da pavimentação da Jacob Westrup é apresentado

No trecho de Forquilhinha faltam pavimentar cerca de seis quilômetros, enquanto em Maracajá o trecho compreende aproximadamente 2,5 quilômetros.

Divulgação

As prefeituras de Maracajá e Forquilhinha apresentaram no fim da tarde desta terça-feira (3) o projeto readequado de pavimentação da Rodovia Jacob Westrup, que liga as duas cidades com a BR-101. Os documentos foram apresentados pelos engenheiros ao Secretário de Estado da Infraestrutura, Major Thiago Vieira, em audiência intermediada pelo deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT) e os prefeitos Dimas Kammer e Arlindo Rocha.

No fim do ano passado o Governador Carlos Moisés esteve em Forquilhinha e garantiu R$ 8 milhões para execução da obra neste ano. “Foi dado hoje mais um importante passo para a concretização desta importante obra para o sul do estado. O secretário solicitou mais algumas alterações nos projetos, e isso será feito até a próxima semana. A expectativa é de que os convênios com os dois municípios sejam assinados até o final de abril”, destaca Minotto.

No trecho de Forquilhinha faltam pavimentar cerca de seis quilômetros, enquanto em Maracajá o trecho compreende aproximadamente 2,5 quilômetros. As duas prefeituras vão ceder a parte de base, diminuindo os custos da obra. “Os valores vão ser corrigidos com estas mudanças solicitadas hoje, mas temos a garantia do Governador Moisés de que os recursos que venha a faltar para concluir a obra estarão disponíveis a partir de 2021”, acrescenta Minotto.

O prazo para a conclusão da obra na parte de Forquilhinha é de 540 dias, e em Maracajá 300 dias. “A Jacob Westrup fará uma ligação rápida entre a BR-101 e a serra catarinense, trazendo desenvolvimento, fomentando o turismo, e contribuindo para o escoamento da produção agrícola e do agronegócio”, finaliza o deputado.

Colaboração: Comunicação Assessoria de Imprensa Deputado Estadual Rodrigo Minotto

Notícias Relacionadas

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.

Coronavírus em SC: Governador planeja retomada gradativa da atividade econômica e projeta 713 novos leitos de UTI

O objetivo é adequar as medidas de isolamento à necessidade dos catarinenses com segurança.

Senador garante R$ 40 milhões e obras da Serra da Rocinha não sofrem ameaça

Morador de Lauro Müller é baleado durante assalto a ônibus de comerciantes na BR-101; Veja vídeos