Oeste

Protestos bloqueiam rodovias em Santa Catarina nesta terça-feira

Segundo a PRF, cidades do Oeste e Vale do Itajaí têm pontos de bloqueio. Integrantes do MST fazem manifestações "em defesa da democracia".

Integrantes do Movimento dos Sem Terra (MST) promovem interdições de rodovias federais no Oeste de Santa Catarina e no Vale do Itajaí na manhã desta terça-feira (10) ,segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Ênio de Souza Lima, um dos líderes da iniciativa, afirma que as interdições aderem ao movimento nacional "em defesa da democracia e dos direitos dos trabalhadores".

Um dos bloqueios ocorre em Irani, no Oeste, onde cerca de 10 ônibus com manifestantes estão no cruzamento da BR-153 com a BR-282 desde as 9h30.

Outro ponto de interdição é o cruzamento entre a BR-116 e a BR-470, em São Cristóvão do Sul, no Vale do Itajaí, informou a PRF. A expectativa do movimento é estender o bloqueio até as 16h.

“Estamos no meio da rua trocando ideias com participantes do movimento, dialogando com motoristas que chegam ao local para reforçar a importância de que o trabalhador seja respeitado”, disse Ênio.

A PRF informou que deslocou agentes para os locais de interdição. A concessionária Autopista Litoral Sul, que administra a BR-116, informou que está sinalizando a rodovia, para a segurança dos usuários e manifestantes. A orientação é para que os usuários reduzam a velocidade em locais de protestos.

Agricultura familiar

Agricultores familiares do Oeste de Santa Catarina também iniciaram um manifesto por volta das 9h desta terça em Maravilha, no entroncamento entre a BR-158 e a BR-282.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Agricultores Familiares do município (Sintraf) Semeno Jomertz, eles se mobilizam em defesa da democracia.

“Queremos a garantia de direitos adquiridos pelos agricultores nos últimos anos, como a garantia de uma aposentadoria, habitação e a manutenção do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento à Agricultura Familiar)”, explicou.

Conforme o sindicato, a ideia é fechar as duas rodovias com máquinas agrícolas e pneus para impedir o trânsito entre Maravilha, Chapecó e São Miguel do Oeste e o Rio Grande do Sul. Até às 10h, a direção do movimento não tinha uma estimativa de público participante.

Com informações do G1 SC

  • e748522a1c3ea3e3306e26798791455c
  • be0a13a342703ff55fad9d26aed93a95
  • a5776696a800224bea0c9d2590f7ba11