O Pensar Político – Conexão Capital

PSD, PP e PSB

Foto: Divulgação

Parece que os antigos partidos PFL e PDS deram uma trégua para as diferenças e retomaram a relação de harmonia do passado. Raimundo Colombo (PSD), Esperidião Amin (PP), e Paulo Bornhausen (PSB) voltam a dividir o mesmo palanque. Após a convenção estadual do Partido Progressista que deliberou em sentido favorável para uma coligação com o PSD nas eleições de 2018, novos movimentos surgiram nos bastidores.

O vice-governador, Eduardo Pinho Moreira (PMDB) concedeu entrevista levantando suspeitas de interferência externa na convenção do PP, e sinalizou que o PSDB é o novo parceiro da vez. Enquanto isso o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli (PP) fez um test drive da nova coligação, reuniu lideranças da região sul, entre elas, prefeitos e vice-prefeitos para apresentar o novo time.

O pré-candidato Gelson Merísio (PSD) foi a estrela do evento, contabilizou o apoio de partidos como: PP, PSB, PV e Solidariedade. Mais do que impressionar os seus aliados, Merísio precisa agora convencer seus correligionários, diga-se, Raimundo Colombo, João Rodrigues e João Paulo Kleinubing.

Quem é quem

Quem é quem na coligação PSD, PP e PSB ainda é motivo de especulações. Mas os holofotes se direcionam para a família Amin: Esperidião, Ângela e João Amin.

Progressistas

A quem diga que montar uma majoritária sem a presença de Esperidião ou Ângela é um ato de risco. Levam a legenda, mas não levam os votos do partido.

Salvaro

O prefeito de Criciúma Clésio Salvaro (PSDB), em 2010 enfrentou o seu partido e declarou apoio a então candidata ao governo do Estado Ângela Amin. Agora superada as diferenças com Eduardo Pinho Moreira (PMDB) muda o cenário.

Conexão Capital

O progressista e Secretário de Estado, deputado Valmir Comin (PP), foi de fato o protagonista na aproximação entre o PP e o PSD.

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Governo do Estado estabelece novas medidas para o transporte aquaviário e comércio de refeições nas rodovias

A comercialização de refeições pode ser feita por restaurantes localizados às margens das estradas e oferecida exclusivamente para profissionais de serviços considerados essenciais pelo Governo do Estado, incluindo nesta categoria os transportadores de carga responsáveis pelo abastecimento e transbordo de insumos da saúde.

Estado garantirá tratamento anual de R$ 2,7 milhões a criança de Laguna com AME, decide TJ

De acordo com os autos, a perícia médica comprovou que a criança, natural de Laguna, precisa do remédio e que inexiste, na rede pública de saúde, tratamento para a doença.

Com investimento de R$ 3,9 milhões, Estado entrega unidades de assistência social em Armazém, Rio do Oeste, Lontras e Florianópolis

Cada uma das unidades conta com sala de atendimento familiar, administração, recepção, cozinha, banheiro, área de serviço, sala multiuso, área externa coberta e mobília.

Estado indenizará cidadão equivocadamente anunciado como preso em nota de rede social em Sombrio

O Estado de Santa Catarina foi condenado a indenizar o homem, por danos morais, em R$ 5 mil