Segurança

Quadrilha suspeita de sequestrar caminhoneiros é presa em SC

A partir da investigação da DIC de Joinville, sete pessoas foram presas nesta sexta-feira; três caminhoneiros em cativeiro foram libertados

Divulgação

Após ampla investigação comandada pela Delegacia de Investigação Criminal (DIC) de Joinville, a Polícia Civil prendeu, nesta sexta-feira (27), integrantes de uma quadrilha suspeita de sequestrar caminhoneiros em Santa Catarina. A mesma que sequestrou e manteve três caminhoneiros em cativeiro em Joinville. O assunto foi trazido com exclusividade pelo Portal ND+.

Segundo o delegado Murilo Batalha, que ainda estava em diligências no início da noite desta sexta-feira, foram presos cinco pessoas em Itapema e outras duas pessoas em Florianópolis, todos de Mato Grosso do Sul.

A investigação apontou que os cinco suspeitos estavam na cidade de Itapema, no Litoral Norte do Estado, para praticar crimes. Inclusive, esta mesma quadrilha tinha sequestrado três caminhoneiros em Florianópolis que acabaram libertados na manhã desta sexta.

“Os três caminhoneiros estavam muito debilitados. Ficaram mais de 48 horas em um cativeiro, dopados, amarrados, em condições deploráveis, sendo ameaçados de morte a todo o momento. Eles foram ouvidos e agora estão descansando”, destacou o delegado Murilo Batalha, lembrando que usaram o mesmo “modus operandi” de Joinville, dopando as vítimas.

Os criminosos ainda roubaram dinheiro em espécie e fizeram transferências bancárias usando os cartões dos caminhoneiros sequestrados e mantidos em cativeiro em Florianópolis. O valor do prejuízo ainda está sendo apurado.

Após novo crime, fugiram para Itapema

A Polícia descobriu que os integrantes da quadrilha suspeita estavam em Florianópolis e fugiram para Itapema.

“Descobrimos o paradeiro – uma pousada no Centro de Itapema – e pegamos eles aqui”, continua Batalha.

Com os presos ainda foram apreendidos um carro roubado com placa adulterada e uma arma de fogo (revólver).

Agora, os investigados serão levados ao presídio de Itapema ou de Florianópolis. Até o fechamento desta reportagem ainda não havia o destino confirmado.

Foram autuados em flagrante e podem responder por associação criminosa, sequestro, roubo, porte ilegal de arma de fogo, receptação, roubo de carro e adulteração de placa.

Relembre o sequestro dos caminhoneiros em Joinville

A PM foi acionada por volta das 14h30 do dia 3 de abril deste ano, depois que um dos caminhoneiros foi encontrado caído em uma rua do bairro Nova Brasília, na zona Oeste da cidade, e teria relatado que foi vítima de sequestro. O homem de 43 anos estava desorientado, provavelmente devido à sedação.

Ainda assim, ele conseguiu informar que havia outras duas vítimas dentro de um galpão. Diante disso, a polícia acionou o Samu para atendê-lo e realizou rondas para encontrar o galpão.

Os policiais conseguiram encontrar o imóvel no bairro Boehmerwald e, nele, estavam as outras duas vítimas, de 34 e 41 anos, também desorientadas. Os três homens são proprietários de caminhões e foram chamados para um encontro com a promessa de um frete para o Paraná.

No lugar combinado, separadamente, o suposto contratante pediu que eles fossem até outro local para avaliar a carroceria e a quantidade de carga. No caminho, o roubo foi anunciado e, rendidas com arma de fogo, cada uma das vítimas foi levada a um cativeiro às margens da BR-101.

Neste cativeiro, os três caminhoneiros ficaram até o domingo pela manhã, quando foram levados ao galpão.

Golpe do falso frete

O valor prometido a cada um dos três caminhoneiros que acabaram dopados em um cativeiro em Joinville foi de R$ 5 mil. Isto para que fizessem um frete de Santa Catarina ao Paraná. A carga seria de fertilizantes, mas tudo não passou de um grande golpe.

“Foi um crime premeditado aqui em Joinville. Não havia carga, foi só para atrair eles com um valor de frete mais alto. Os motoristas devem ficar atentos a esse valor de frete para não serem vítimas desse tipo de golpe”, alertou à época do delegado Rafaello Ross.

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

Balneário Rincão ganha rota gastronômica com 26 locais para conhecer

Iniciativa faz parte do Plano Municipal de Turismo e visa transformar a cidade em um destino turístico durante o ano inteiro

Região Sul do país tem melhora nas desigualdades sociais em saúde, diz FioCruz

Mesmo com a “ligeira redução”, como define a FioCruz, 65 dos 84 municípios que estiveram classificados na lista dos mais desiguais da Região Sul no início da pandemia permanecem nessa condição

SC tem aumento de 271% dos casos confirmados de dengue no 1º semestre de 2022

No Estado, 77 pessoas tiveram mortes confirmadas pela dengue neste ano

Criança de 2 anos é atropelada por ônibus em SC

Bombeiros informaram que a menina teve ferimentos graves e foi levada ao hospital; ela sofreu fraturas expostas