Educação

Quais suas perspectivas para o Novo Ano?

A professora e colunista Ana Maria Dalsasso estimula o leitor a refletir sobre a verdadeira missão nessa vida e como estamos gerenciamos o tempo.

Foto: Divulgação

Mais um ano chega ao seu final… Época de nos colocarmos num estado reflexivo e fazermos um balanço sobre tudo o que fizemos e deixamos de fazer, nossos erros e acertos, as metas alcançadas e as serem traçadas… Tempo de análise e recomeço. Olhar para dentro de nós e analisar de que forma, pessoal e profissionalmente, estamos cumprindo nossa missão, o que fizemos ou deixamos de fazer ao longo de nossa caminhada na vida.

É momento de lembrarmos que o tempo não nos pertence, ele é imortal. A vida é muito breve e não podemos deixá-la passar em vão.

São várias as formas de celebrar o fechamento de mais um ano. O Natal é um evento encantador, exceto o consumismo oportunista, porque festejar o nascimento de Jesus é reavivar em cada um o espírito da solidariedade e do afeto pelas pessoas, atitudes tão significativos que presentes materiais jamais as substituirão. Para fazer felizes as pessoas basta darmos um pouco de nós, do nosso tempo, carinho e atenção.

À celebração da chegada de um novo ano podemos fazer uma analogia com um livro que contém 365 páginas (os dias), escrito em 52 capítulos (as semanas). Todo dia nos é dada a oportunidade de escrevermos um pouco de nossa história, lembrando que cada página virada não pode ser apagada ou reescrita. Um dia perdido na vida é irrecuperável.

É momento de lembrarmos que o tempo não nos pertence, ele é imortal. A vida é muito breve e não podemos deixá-la passar em vão.

Foto: Divulgação

O tempo não volta… Cada dia que se passa é um tempo que não se repete. Ao cada final de cada semana fechamos um capítulo, e temos a oportunidade de repensar as falhas cometidas para iniciar o outro com atitudes renovadas. Ao final de cada ano trocamos de livro, isto é, traçamos novas metas (mais desafiadoras) que formarão um novo livro de nossa história de vida. Vamos guardar as aprendizagens, as superações, os obstáculos que nos fortaleceram, tornando-nos mais sábios.

Este é o nosso momento… Para que erros não se repitam no ano que se iniciará, vamos nos perguntar, e com sinceridade responder: Temos lutado por nós? Cumprimos as promessas que fizemos? Aprendemos com o passado? O que realmente importa para nossa vida? Que caminhos nos levaram às conquistas? Que poder temos em nossas mãos? Qual a importância das pessoas em nossas vidas? Guardamos mágoas do passado? Estamos levando saldo negativo para o novo ano? Estamos nos permitindo ser felizes todos os dias do ano?

O ano está acabando… Sejamos gratos pelo dom da vida e aproveitemos a oportunidade para refletir sobre nossos erros deixando-os para trás, levando apenas os aprendizados e o compromisso de começar um novo ano renovados e cheios de esperança. Viver a paz, o amor, sonhar com uma nova realidade e correr atrás de nossos sonhos. Que todo dia seja ano novo…

O que realmente importa para nossa vida?

Aproveito o espaço para agradecer aos leitores, amigos e parceiros de caminhada, o carinho e atenção , desejando a todos boas festas e que em 2019 todos os sonhos se realizem com muita paz, amor, fraternidade e amor ao próximo.

FELIZ NATAL e um NOVO ANO repleto de realizações!

Notícias Relacionadas

Domingo será de sol em Santa Catarina

Orleans suspende atendimento de Unidades de Saúde na semana entre Natal e Ano Novo

O Centro de Atenção Psicossocial, o CAPS, permanecerá atendendo normalmente durante o período de recesso, entre 8h e 18 horas.

Vídeo: Corpus Christi é celebrado com missa e procissão em Orleans

Fieis estiveram mobilizados na preparação dos tapetes e na participação das celebrações religiosas, nesta quinta-feira (31).

Inspirações para o ano novo