Geral

Qualidade na gestão pública: Santa Catarina ocupa 2ª posição em ranking do Tesouro Nacional

Na publicação de 2019, com base nos dados de 2018, Santa Catarina ocupava a 7ª posição.

Divulgação

Santa Catarina subiu cinco posições no Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal 2020 da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), do Ministério da Economia, divulgado nesta segunda-feira, 19. A publicação, que foi realizada com base nos dados de 2019, avalia a qualidade e a consistência nas informações enviadas pelos estados e o Distrito Federal ao Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi). “Este é mais um resultado do trabalho que estamos realizando em Santa Catarina, uma gestão mais eficiente, transparente e comprometida em aplicar os recursos públicos com responsabilidade”, enfatizou o governador Carlos Moisés da Silva.

Atrás apenas de Pernambuco, o Estado ocupa a 2ª posição, registrando 225.5 pontos nas categorias de avaliação. “A classificação de Santa Catarina no Ranking comprova a evolução da gestão fiscal responsável do Estado, bem como a melhoria contínua de transparência das informações e visão integrada das gestões orçamentária, financeira e contábil”, afirma a secretária adjunta da Secretaria de Estado da Fazenda (SEF), Michele Roncalio. Na publicação de 2019, com base nos dados de 2018, Santa Catarina ocupava a 7ª posição.

O estudo compara o desempenho de todos os entes federativos em quatro dimensões de verificação: Gestão da informação, Informações Contábeis, Informações Fiscais e Informações Contábeis x Informações Fiscais. Cada verificação incorpora conceitos dos Manuais de Contabilidade Aplicado ao Setor Público e Demonstrativos Fiscais, e nas Instruções e Guias de Preenchimento do Siconfi.

Notícias Relacionadas

Fugitivo do sistema carcerário é preso durante barreira policial, em Criciúma

O homem estava foragido do Sistema Carcerário de Araranguá desde novembro de 2018.

A maior conquista do Tigre vira um livro

Escrito pelo jornalista e radialista Jota Éder, obra estará disponível, em formato digital, a partir do dia 2 de junho.

Detentos que fizeram rebelião em Criciúma devem responder por quatro crimes

Envolvidos devem responder por ao menos quatro tipos de crime: extorsão mediante sequestro, motim, roubo qualificado e dano ao patrimônio público.

Mulher é presa após abordagem da Polícia Militar de Tubarão

A jovem, de 27 anos, possui 17 Boletins de Ocorrência em seu nome e um mandado de prisão em seu desfavor.