Entretenimento

Quarta edição da Mostra de Teatro inicia em Criciúma

A Mostra encerra no sábado, sendo que as apresentações ocorrem às 20 horas durante a semana

Espectadores de todas as idades prestigiaram na noite dessa quarta-feira (8) a abertura da quarta edição da Mostra de Teatro promovida pela Fundação Cultural de Criciúma (FCC). A interação do público composto por cerca de 130 pessoas foi um dos fatores que fizeram a diferença no evento nas apresentações.

A primeira peça intitulada “Criação”, que teve duração de 13 minutos, chamou a atenção do público pelos gestos e músicas da técnica pantomínia, apresentada pelo Ministério de Teatro Shamash, da igreja Casa de Israel.

A expressão dos artistas no palco chamou a atenção da pequena Kaiany Santos da Silva, que disse ter gostado muito da peça que não tinha fala. “As vezes eles pareciam tristes, em outros momentos alegres. Foi muito legal”, conta a menina. Agnaldo Stein também considerou a técnica interessante. Para ele que fez aulas de teatro durante dois anos as interpretações dos artistas em cena ficaram muito legais. “Fui aluno da Fundação, com a professora Doriana Burigo por dois anos, soube da Mostra por um amigo e vim prestigiar”, disse ele.

A apresentação do grupo Cirandela, com a peça “Era uma vez”, também não foi diferente. O professor Leandro De Bona, 22 anos, ficou encantado com a interação entre os atores e o público infantil. Ele prestigiou o evento a convite de um dos integrantes e ficou satisfeito. “Já vi algumas apresentações deles, mas a participação das crianças fez com que a peça parecesse muito melhor”, relatou.

O presidente da Fundação Cultural de Criciúma, Sérgio Luiz Zappelini acredita que devem passar pelo Galpão de Artes cerca de 400 pessoas. “Como é a quarta edição, os grupos são mais participativos, estão mais expontâneos. Queremos com isso fomentar cada vez mais o Teatro na Cidade”, disse ele  ao relatar que a participação do público infantil foi além do esperado. Para Zappelini, a ideia é fazer com que eles tenham mais interesse pela dramaturgia. 

A Mostra encerra no sábado, sendo que as apresentações ocorrem às 20 horas durante a semana. No sábado será realizada das 9h às 18 horas, a Oficina de Bonecos, ministrada pela Cia. Manipuladora de Formas Etc. e Tal, da cidade de Itajaí.

  • dcfc610dbf63f7fd04d5767ccdf8afce
  • f8a51c2c63484ccee5b2b71a154142d6
  • 551c12fa7241a2e17a9ed19ebe56cd6a
  • a476f753d9e168c1c9abe72c8a3ec689