Segurança

Quase 100% dos mortos por afogamentos em SC são homens

Dados fazem parte da Operação Veraneio 21/22, conduzida pelo Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

Divulgação

O CBMSC (Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina) divulgou dados da Operação Veraneio 21/22 nesta terça-feira (1º). Balanço é importante para avaliar a ação. Números foram coletados do dia 18/12 ao 30/01.

De acordo com o órgão, foram registradas 48 mortes por afogamentos. Dessas, oito ainda estão sob investigação e 13 foram em áreas privadas, como piscinas.

Das outras 27, 96,29% das vítimas são homens; apenas uma é mulher. A média de idade dos mortos é 30 anos. Na água doce foi observada a maior incidência: foram 15 pessoas que perderam a vida, todas em área descoberta. Na salgada, 12, apenas duas em área coberta.

Os dados revelam que a maioria dos casos é em áreas desprotegidas e que pessoas jovens do sexo masculino são as que mais se arriscam nestes locais.

Além disso, foi observado 3.634 lesões provocadas por águas-vivas. Outro resultado foi o desaparecimento de 1.318 crianças.

Entretanto, 3.255 jovens foram formados no Projeto Golfinho. A iniciativa do CBMSC visa educar o público infantil em relação aos cuidados com a água. Ação foi desenvolvida no litoral e no interior.

O boletim ainda informa que foram efetuados com sucesso 1.961 salvamentos e resgates. Os bombeiros realizaram 5.665.372 prevenções, um aumento de 36,26% em relação à temporada anterior.

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

Caminhão cai em rio após ponte quebrar no interior de Orleans; veja vídeo

Acidente foi registrado na tarde desta terça-feira, dia 17, e as causas serão apuradas.

Neve cai pela segunda vez em Santa Catarina nesta terça-feira; veja vídeo

Fenômeno já havia sido registrado pela manhã. Condição favorável segue até madrugada de quinta-feira, segundo Epagri/Ciram.

Revista Legislativa

Projeto Gol do Brasil é lançado em Cocal do Sul

Lançamento ocorreu na última sexta-feira, dia 13.