Segurança

Quase uma tonelada de alimentos vencidos e com fungo é encontrada em mercados em Tubarão

Dono do estabelecimento foi preso em flagrante

Divulgação

O dono de dois supermercados foi preso por suspeita de armazenar nos locais produtos estragados, com fungos e a validade vencida em Tubarão, no Sul do Estado. O caso ocorreu na tarde desta segunda-feira (4) após uma operação da Polícia Civil que apreendeu quase uma tonelada de mercadorias.

A ação foi realizada pela Delegacia de Delitos de Trânsito, Delitos contra o Consumidor e de Crimes Ambientais (DTCA), com apoio da Vigilância Sanitária de Tubarão e da Cidasc. Entre as irregularidades encontradas, segundo a polícia, estavam alimentos com a validade vencida e carnes sem procedência.

— Havia alimentos com a nova validade fixada em cima da anterior, carnes que não estavam embaladas ou que não tinham o selo que remetesse às notas fiscais para rastrear a validade, além de alimentos visivelmente tomados por fungos, por estarem estragados — pontua o delegado Rubem Teston.

Além disso, a polícia encontrou produtos reembalados, para ocultar o vencimento, sendo vendidos no local. Ao todo, 900 kg de produtos foram apreendidos.

O proprietário, de 34 anos, foi preso em flagrante e encaminhado ao Presídio Regional Masculino de Tubarão. Ele foi autuado pelo crime de vender, ter em depósito ou expor mercadorias em condições impróprias para o consumo. A pena é de dois a cinco anos de detenção.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Engenheiro da Famor esclarece aos vereadores de Orleans sobre trabalhos realizados

Na Ordem do Dia, foram aprovados Projeto de Lei Complementar, Moção de Apoio, Requerimento e Indicação.

Um projeto de lei e seis proposições pautam sessão do Legislativo de Lauro Müller

Atletas de Muay Thai, Karatê e Jiu Jitsu de Criciúma conquistam pódio em competições

Disputas foram no Rio de Janeiro e em Videira

“Ela era o tesouro da vida dele”, diz tia de policial morto pela filha em SC

Neife Werlang, de 46 anos, foi morto na sexta-feira (18) em São Miguel do Oeste; duas suspeitas estão apreendidas em Chapecó