Geral

Quatro réus são condenados por latrocínio de jovem em Treze de Maio

Penas somadas ultrapassam cem anos de prisão.

Divulgação

Quatro homens foram condenados, pelo juízo da comarca de Jaguaruna, pelo latrocínio que vitimou um jovem na cidade de Treze de Maio e suas penas, somadas, ultrapassam cem anos de reclusão. O crime aconteceu em junho de 2017, quando os acusados avistaram a vítima em seu carro e, com o objetivo de roubarem o veículo, passaram a seguir a vítima. Em certo momento, abordaram o automóvel e atiraram uma vez contra a cabeça da vítima, que faleceu por traumatismo crânio encefálico.

Segundo os autos, o fato aconteceu no dia seguinte que a vítima havia sido aprovada na prova da Ordem dos Advogados do Brasil, enquanto voltava para casa de uma comemoração pelo feito. O corpo do homem, de 31 anos, foi encontrado às margens da SC 441, na localidade de Rio do Salto, em Treze de Maio. Já o carro da vítima, foi encontrado no bairro Jardim América, na cidade de Içara.

O quatro homens foram condenados por latrocínio sendo que dois deles foram condenados a 25 anos de reclusão e os outros dois a 30 anos de reclusão, todos em regime fechado​. Os réus já estavam presos preventivamente desde 2017. Cabe recurso ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Colaboração: Comunicação PJSC

Notícias Relacionadas

Por chineladas em criança de quatro anos, Tribunal de Justiça mantém condenação de padrasto em Criciúma

A criança possuía várias marcas pelo corpo, em regiões das pernas, costas e nádegas.

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

Mãe e filho sofrem condenação por latrocínio de idoso de 70 anos em Içara

Segundo os autos, o crime aconteceu em dezembro de 2018, quando a vítima estava na casa da ré em uma discussão verbal

Acusados do latrocínio de motorista de aplicativo em Içara têm prisão convertida em preventiva

A decisão é do juízo da 2ª Vara da comarca de Içara.