Segurança

Quem era a mulher encontrada morta pela amiga na cozinha de casa em Criciúma

Vítima foi encontrada neste domingo (2) na casa onde morava

Foto: Reprodução, Redes Sociais

Uma mulher foi encontrada morta dentro da própria casa no bairro Nossa Senhora da Salete, em Criciúma, na tarde deste domingo (2). A vítima foi identificada como Gislaine Pacheco Pinheiro, de 35 anos.

De acordo com a Polícia Militar, o corpo foi descoberto por uma amiga, que foi convidá-la para almoçar. Ao bater na porta, a testemunha percebeu que a casa estava aberta e encontrou a vítima caída na cozinha com sangue ao redor.

Um vizinho relatou que viu a mulher na noite anterior entrar na casa com dois homens não identificados.

Ainda segundo a PM, o corpo apresentava diversas marcas de golpes com faca. As Polícias Civil e Científica foram acionadas e compareceram ao local. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios (DH) da Polícia Civil.

Despedida

O corpo será velado na capela mortuária no Cemitério Municipal Bom Pastor, em Içara. A cerimônia de despedida acontece na manhã desta segunda-feira (3). Gislaine trabalhava em um restaurante e deixa cinco filhos.

— Uma mãe e filha linda, que tinha uma felicidade e uma grande vontade de viver. Uma mulher simpática, educada. O que fizeram com ela foi uma crueldade sem tamanho — afirma Cris Nobre, cunhada da vítima.

Com informações do NSC Total

Notícias Relacionadas

Governo de SC autoriza a concessão de uso e exploração do Mirante da Serra do Rio do Rastro

O governador Jorginho Mello destacou a importância do projeto para o desenvolvimento econômico e turístico da região.

Colégio Satc promove espaço de orientação com projeto ‘Conexão Família’

Proposta envolve encontros com temáticas que impactam no desenvolvimento educacional dos alunos

ACIO promoverá capacitação sobre como solucionar conflitos, em Orleans

O treinamento será ministrado pela especialista Paola Oliveira, nos dias 24 e 25 de junho.

Homem é preso com drogas dentro de casa em Orleans

Ele foi encaminhado ao Presídio Santa Augusta