Saúde

Questão do São Donato deve ser resolvida hoje ou amanhã

A pauta é a mesma: o convênio assinado com o Hospital São Donato.

Foto: Divulgação

Ficou para quinta-feira (2) a reunião entre o prefeito de Içara, Murialdo Gastaldon e o secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino. Ontem prefeitos da região foram até a capital do estado, conversar com o presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), Julio Garcia. A pauta é a mesma: o convênio assinado com o Hospital São Donato.

“A maternidade do Santa Catarina já está atendendo 19% acima de sua capacidade, então fechar essa maternidade é deixar complicada a situação das gestantes, que já estão numa situação delicada. As crianças podem ter traumas para o resto da vida”, analisou Murialdo, garantindo que o fechamento da maternidade seria um passo atrás.

Conforme o gerente regional de Saúde, Fernando de Faveri a continuidade nos serviços da maternidade no Hospital São Donato incluiu o fechamento de outras maternidade em hospitais da região, concentrando o serviço. De Faveri acredita que a situação poderá ser resolvida já nesta terça-feira (30).

“Para não ter um corpo de obstetrícia em cada hospital foi remanejado para o São Donato. Se encaminhar tudo para o Santa Catarina e houver um problema, para onde vamos encaminhar? Aconteceu isso no fim do ano passado, quando faltaram profissionais. Hoje o São Donato tem mais de 100 partos por mês. Está caminhando para um entendimento”, concluiu.

Com informações do Portal 4oito

Notícias Relacionadas

Grave acidente de trânsito é registrado na SC-445, em Içara

Vice-governador garante permanência do SAER em Criciúma

Forquilhinha confirma o primeiro caso de coronavírus no município

Trata-se de uma mulher de 59 anos que está em isolamento desde o dia 30 de março.

Dive confirma 2º caso de macaco morto por febre amarela em SC

Animal foi achado no distrito de Pirabeiraba, em Joinville. Moradores da região foram vacinados. Macacos na região de Cocal do Sul e Urussanga também foram encontrados mortos.